Tecnologia do Blogger.

Sobre nós

Editoras Parceiras

Curta nossa página

Resenha #129 - Fragmentados

by - sexta-feira, julho 17, 2015

Nome do Livro: Fragmentados
Autor: Neal Shusterman
Editora: Novo Conceito
Páginas: 319
Skoob | Saraiva | Amazon
"Eu nunca seria grande coisa mesmo, mas, agora, falando estatisticamente, há uma chance maior de que alguma parte minha alcance a grandeza em algum lugar do mundo. Eu prefiro ser parcialmente grande a ser completamente imprestável." 
Para acabar com a guerra civil, muitos anos atrás, fora criada a Lei da Vida, onde diz que crianças até os 13 anos e adultos depois dos 18 não podem ser machucados, mas entre os 13 e os 18, caso não se encaixem na sociedade, seus pais poderão entregá-los para a fragmentação. Essa lei é agora aceita pela sociedade.

Quando a fragmentação ocorre, todos os órgãos e partes do corpo de uma pessoa, são retirados com ela ainda viva. Eles justificam isso dizendo que haverão menos pais sofrendo com as atitudes dos filhos que não se encaixam e como consequência, menos pessoas esperando na fila para transplantes de órgãos.
"Você não pude mudar as leis sem antes mudar a natureza humana... Você não pode mudar a natureza humana sem antes mudar a lei."
Depois de Connor descobrir que seus pais haviam assinado a ordem de fragmentação para ele, ele decide fugir, embora saiba que se esconder da polícia por dois anos, até completar dezoito e atingir a maioridade, não será uma tarefa fácil.


Depois de alguns obstáculos, acaba encontrando Risa e Lev, dois outros fragmentários. Então decidem se unir para conseguirem fugir juntos. Mas as coisas apenas se complicarão mais, porque Lev quer fugir dos dois a todo custo e entregá-los à polícia. Eles então precisam ser espertos e não cometerem nenhum deslize, porque mesmo um pequeno erro, pode custar suas vidas.

Por pura sorte, encontram em seus caminhos, pessoas boas e dispostas à ajudá-los, mas agora resta saber se as boas pessoas serão o suficiente, pois em um mundo como este, as pessoas más, superam as boas, e qualquer chance que terão de entregá-los, não hesitarão em fazer isso.
"Duas coisas são infinitas: o universo e a estupidez humana; mas quanto ao universo eu não tenho certeza."

Logo que ouvi as primeiras notícias sobre este novo lançamento da Novo Conceito, fiquei super ansiosa para enfim poder ler e conhecer melhor esta história. E algo que preciso dizer é que minhas expectativas eram muito altas, e o autor conseguiu superá-la. O livro é maravilhoso e te prende de uma forma que poucos fazem.

A história é algo que eu nunca li e nunca havia cogitado ler, mas é algo totalmente original. A ideia veio de fatos ocorridos há algum tempo atrás, então as ideias centrais do livro, são reais. Uma distopia de tirar o fôlego! Totalmente recomendada! Uma história repleta de reviravoltas incríveis e que você jamais imaginaria.
"Quer o Almirante viva ou morra, isso agora não mudará nada para ela ou Connor. Ele serão fragmentados. Todas as esperanças de um futuro foram arrancadas de Risa outra vez - e ter tido tais esperanças, ainda que brevemente, torna isso tuso ainda mais doloroso do que se jamais as tivera."
Classificação: 

You May Also Like

2 comentários

  1. Oi, tudo bom?
    Pela capa desse livro eu nunca leria, parece algo meio de terror. Mas a sua resenha me pareceu se tratar de um livro mais de ação/suspense. Também nunca havia pensado em ler um livro desse estilo mas achei a história bastante inovadora e quem sabe eu não o leia né?
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Só mais um comentário, achei sensacional a frase "Duas coisas são infinitas: o universo e a estupidez humana, mas quanto ao universo eu não tenho certeza".
    Beijos

    ResponderExcluir