Tecnologia do Blogger.

Sobre nós

Editoras Parceiras

Curta nossa página

Trechos #15- Estranha Perfeição

by - domingo, agosto 09, 2015


Olá obcecados, tudo bem com vocês?

Eu descobri uns novos livros e estou completamente apaixonada pelas histórias que conheci, baseada nesses meus novos amores literários eu resolvi fazer um #Trechos que eu mais amei em um destes livros e trazer aqui pra ver se vocês vão gostar tanto quanto eu.


O livro em questão é Estranha Perfeição, da Abbi Glines, que eu já fiz resenha aqui no blog.
"Uma coisa era certa: eu jamais me esqueceria de Woods. Esta era uma viagem para experimentar a vida e, com Woods, eu tinha experimentado uma das melhores coisas dela."
"Era Della. Ela estava ainda mais irresistível do que eu me lembrava e eu me lembrava muito bem. Ela surgia na minha mente quase todos os dias."


"Fiquei parado diante da janela da minha sala vendo o carro de Della ir embora. Eu poderia mentir para mim mesmo e dizer que havia sido uma coincidência eu ter olhado pela janela bem na hora em que ela partia, mas eu sabia seu horário. Sabia que o turno dela havia terminado e fui pateticamente até lá para vê-la entrar no carro e sair."
"Dei um último sorriso por cima do ombro. Não podia continuar ali. Precisava ficar
sozinha. Ver Woods abraçado à noiva era difícil. Ela era linda e perfeita. Parecia segura nos braços dele. Eu entendia essa sensação. Tinha alguma coisa em Woods que fazia com que a pessoa se sentisse segura. Eu a invejei."
"Os olhos dele disseram mais do que deveriam. Eu precisava tomar uma decisão. Poderia afastá-lo ou perdoá-lo. Poderia ser amiga dele. Nada mais. Ele me oferecera um emprego quando eu precisei. Eu iria embora logo. Até lá, talvez pudesse compartilhar lembranças e momentos com Woods. Nós poderíamos encontrar a felicidade da vida juntos. Novas experiências. Sua última prova de liberdade e a minha primeira."
"Podia sentir os olhares em cima de mim, mas, naquele momento, eu não estava dando
a mínima. Os outros que olhassem. Os outros que me julgassem. Era aquilo que eu queria
fazer e, até eu dizer o “sim”, ia me dedicar a conhecer Della. Se não fizesse isso, iria me
arrepender pelo resto da vida."
"– Dez de dezembro. Qual a sua cor preferida?
Ela deu uma risadinha.
– Azul. Azul-claro. E a sua?
– Um mês atrás, eu teria respondido vermelho. Mas mudei de ideia. Eu gosto de azul
agora também.
– Por quê? – Ela levantou uma sobrancelha e olhou para mim.
Eu não ia dizer que era porque os olhos dela eram azuis. Ela me fez ficar todo tenso de
novo."
"Para ser inteligente, você precisa ler Shakespeare. Ele vai lembrar você de como o mundo pode ser
perigoso."
"Ela não era minha e jamais seria, mas isso não mudava o que eu sentia. Eu a queria segura e feliz. Naquela noite, ela havia me assustado para cacete. Alguma coisa não estava bem com Della e o meu desejo era consertar aquilo. Para sempre. O que poderia ter acontecido para ter ficado assim? Ela havia ficado completamente sem reação. Era como se tivesse saído do ar."
"– Eu preciso aprender a viver sozinha. A viver sem ajuda. É por isso que estou nesta viagem. Preciso encontrar a mim mesma..."
"Senti uma dor no coração. A tristeza passou apenas de relance pelos olhos dele, mas eu consegui ver. Queria abraçá-lo e fazer aquela tristeza ir embora. Mas não podia. Eu não tinha esse direito."
"Olhei para ela e a tristeza nos seus olhos me abalou. Eu gostava de vê-los brilhando de alegria. Não assim."
"Meu pai não iria me perdoar por não fazer o que ele queria, mas Della havia mudado tudo. Eu simplesmente não me importava mais. Eu queria ficar com ela. Talvez não fosse para sempre, mas, por qualquer que fosse o tempo, queria ficar com ela."
"Eu sabia que ela era generosa e atenciosa. Não esperava nada de mim e estava feliz apenas por estar viva. Havia sido ferida, mas lutava para superar isso. Era tudo parte de seu lindo pacote. Ela era única."
"– O amor não faz um bom casamento. O amor não dura para sempre. Ele acaba. Quando a realidade se estabelece e as coisas ficam difíceis, o amor desaparece e você fica sem nada. Devemos nos casar com quem quer a mesma coisa que nós. Alguém que não esteja esperando romance, mas sucesso."
"Quando minha avó estava doente, eu ia visitá-la sempre que podia. Certo dia, estava sentado na varanda enquanto o meu avô a observava pintando um dos seus muitos quadros. O amor e o carinho no rosto dele eram inequívocos. Naquele dia, ele se virou para mim e disse: “Não deixe passar o amor de uma boa mulher, meu filho. Não importa o que seu velho diga, o amor é real. Eu jamais obteria sucesso sem aquela mulher ali. Ela sempre foi a minha base. A razão por trás de tudo o que eu fiz. Um dia, a carreira deixa de ser algo tão importante. Mas quando estamos fazendo isso por outra pessoa, por quem moveríamos o céu e a terra, nunca perdemos o desejo pelo sucesso. Não consigo imaginar este mundo sem ela. Nem quero imaginar."
"Eu não queria ser como meu pai. Queria ser como meu avô."
"– Serei o que ela precisar que eu seja. Não consigo me afastar de Della. Eu tentei. Fui fisgado. E agora estou prestes a pirar porque não sei como ajudá-la. Eu só preciso ir atrás dela e abraçá-la pelo resto do dia. Preciso saber que ela está bem."
"Deitei-a na cama e ela continuou abraçada em mim. Soltei o suficiente para puxar as cobertas sobre nós, então a abracei novamente e fechei os olhos. Ela estava bem. Estava segura."
"Mas você... você não faz ideia de como é inacreditavelmente linda e desejável. Você não é calculista e egoísta. E você me faz querer ser melhor."
"– Você não vai a lugar algum. Eu que devo pedir desculpa. Eu não estava aqui quando você precisou de mim. Eu tinha que estar aqui. Conte para mim o que aconteceu. Não vou deixar você de novo. Prometo."
"A expressão nos olhos dele espelhava o que eu estava sentindo. Isso queria dizer que ele me amava? Eu o deixei se apaixonar por mim completamente? Mas ele sabia quem estava amando?"
"A palavra “amor” me surpreendeu, mas só porque eu não a tinha usado ainda. Ela era estranha para mim. Eu não havia pensado em usar essa palavra, mas ele estava certo. Olhei para a porta do quarto e pensei em Della dormindo tranquilamente na minha cama. Eu a amava. Amava saber que ela estava lá dentro. Que ela era minha. Que eu podia tomar conta dela."
"– Você é minha. Está me ouvindo? Você é minha, Della Sloane. Eu vou cuidar de você. Nada vai tirar você de mim. Nada."
"Não olhei para ele. Não me importava o que ele queria ou achava que eu deveria ser. A imagem do meu avô observando a minha avó com tanto amor nos olhos me veio à mente. Ele dizia que não conseguia imaginar um mundo sem ela. Eu compreendia isso agora. Eu não era filho do meu pai. Eu era filho do pai dele. A visão sórdida, distorcida e insensível que o meu pai tinha da vida não era algo que eu herdara. Eles eram o motivo pelo qual eu iria encontrar felicidade na vida. Meu avô me ensinou o que eu devia procurar."
"– Por que você está vindo para cá?
– Porque eu não posso viver sem Della. Eu não quero. Ela é o motivo pelo qual acordo
todas as manhãs."
"– Última pergunta. Por que você ama Della?
Eu nem precisei pensar na resposta.
– Até Della entrar na minha vida, eu não entendia o que era amor, eu nunca havia me apaixonado e sentira muito pouco amor na minha vida. Mas eu vi o amor uma vez. Meus avós se amaram até o dia em que morreram. Eu achava que era algo que eu jamais poderia ter. Daí conheci Della. Ela me pegou de jeito e despertou emoções em mim que eu  não sabia que existiam. Não há como fingir com ela. Ela não faz ideia de que é linda e completamente altruísta. Mas mesmo que não fosse nada disso, sua risada e a expressão dos seus olhos quando ela está realmente feliz são as únicas coisas que importam na vida."
"Eu era o futuro dele. Ele era o meu. Se eu tivesse uma vida com Woods à minha frente, sabia que poderia combater qualquer escuridão que tentasse me dominar. Antes de Woods, eu não sabia por que estava vivendo. Na minha busca por encontrar a mim mesma, eu havia encontrado muito mais. Eu agora sabia por que queria viver. Eu compreendia o amor. Eu o havia encontrado."
"– Eu amo você. Eu nunca vou deixá-la. E eu prometo, querida, que você nunca vai ficar sozinha."

You May Also Like

2 comentários

  1. Adoro a série Rosemary Beach da Abby, mas a história do Woods foi a que menos gostei, me incomodou um pouco a fraqueza da Bella e os ciúmes dos Woods. Rush e Blair continuam sendo meu casal preferido (apesar do ciúmes do Rush tb).

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bom?
    Adorei ler as frases e me lembrar da escrita da autora, faz tempo que não leio nada dela, e da história.
    Beijos!

    ResponderExcluir