Tecnologia do Blogger.

Sobre nós

Editoras Parceiras

Curta nossa página

Resenha #5 As vantagens de ser invisível

by - quinta-feira, janeiro 10, 2013


Nome do livro: As vantagens de ser invisível
Autor: Stephen Chbosky
Editora: Rocco
ISBN: 9788532522337
Páginas: 224
Lançamento: 2007



Sinopse: Ao mesmo tempo engraçado e atordoante, o livro reúne as cartas de Charlie, um adolescente de quem pouco se sabe - a não ser pelo que ele conta ao amigo nessas correspondências -, que vive entre a apatia e o entusiasmo, tateando territórios inexplorados, encurralado entre o desejo de viver a própria vida e ao mesmo tempo fugir dela.As dificuldades do ambiente escolar, muitas vezes ameaçador, as descobertas dos primeiros encontros amorosos, os dramas familiares, as festas alucinantes e a eterna vontade de se sentir "infinito" ao lado dos amigos são temas que enchem de alegria e angústia a cabeça do protagonista em fase de amadurecimento. Stephen Chbosky capta com emoção esse vaivém dos sentidos e dos sentimentos e constrói uma narrativa vigorosa costurada pelas cartas de Charlie endereçadas a um amigo que não se sabe se é real ou imaginário.


Resenha: O livro é escrito em formato de cartas, que Charlie envia para seu "Querido amigo", um destinatário que nos é desconhecido. Charlie todos os dias escreve as cartas, como se fosse um diário, contando tudo que aconteceu e o que mais foi interessante, ou novo em seu dia. Ele começou a escrever estas cartas, depois que seu único e melhor amigo, cometeu suicídio, deixando assim, Charlie sozinho. O que acabou o deixando nervoso para seu primeiro dia de aula em uma escola diferente, já que todos o achavam estranho.
Charlie é um garoto adorável, um ótimo filho e adora livros. Uma de suas características mais marcantes, é ele saber tudo que acontece ao seu redor, ele é perceptível, até demais, e sempre percebe coisas que as outras pessoas deixam passar, por não prestarem muita atenção, mas sempre tinha medo de expressar o que pensava por medo de machucar as pessoas, ou elas não gostarem do que ele tinha a dizer, e ao invés de machucar outras pessoas com suas palavras, ele guardava tudo para si, o que consequentemente, machucava apenas ele mesmo. Mas manter-se à margem de tudo, nem sempre é bom, pode ser mais confortável, mas chega uma hora que você tem que enfrentar a vida. E esse momento também chega para Charlie.
Quando muda de escola, vê a oportunidade perfeita para mudar, não ser mais invisível, e participar. Quando ele encontra um divertido grupo de estudantes mais velhos que ele, se sente incluso e começa a explorar diversas sensações novas para ele. Seus novos amigos, são Patrick, que também é conhecido como Nada,  e Sam, que é uma garota excepcionalmente linda, chama a atenção de Charlie, e ela não é como as outras garotas, ela é diferente, de um jeito bom. Ela é divertida, adora futebol, entende e gosta de Charlie.
Eles começam ir a festas, e Charlie vai conhecendo novas pessoas e se tornando amigos delas também, e ele finalmente tem a chance de deixar de ser invisível, o que nem sempre pode ser uma coisa boa.
É um livro repleto de desejos, emoções e primeiras experiências, Stephen Chbosky aborda temas fortes, mas com uma leveza impressionante. Temas polêmicos e fazem parte da vida dos adolescentes, como drogas, sexo, gravidez precoce, violência  homossexualismo, preconceito, entre muitos outros temas. Charlie narra todos esses acontecimentos de forma pura e ingênua, uma forma muito única... Muito Charlie. O livro mexe muito com você,  é daqueles que quando você termina de ler, ainda se pega pensando no livro durante a noite e nos dias seguintes, te deixando com a sensação de que nunca irá ler um livro tão bom novamente. Encontramos uma visão muito honesta dos sentimentos e das novas experiencias de Charlie, e acho que isso é o que mais chama a atenção.


Sam começou a rir. Patrick começou a rir. Eu comecei a rir. E naquele momento, eu seria capaz de jurar que éramos infinitos. - Charlie


As vantagens de ser invisível, é um daqueles livros que te prendem e não saem mais da sua cabeça, não só enquanto você lê, mas depois que a leitura já foi concluída também. Esse livro deveria ser uma leitura obrigatória, pois poucas vezes você vê um personagem tão fiel, que expressa seus sentimentos da forma mais honesta possível, como Charlie. A história parece real, parece estar acontecendo tudo isso na sua frente, e você está vivendo tudo aquilo com os personagens principais. Quando você lê as experiencias de Charlie, seus pensamentos, é como se você também se sentisse infinito. O livro me fez sorrir, chorar, sentir medo, ansiedade e curiosidade. Me apaixonei pelo Charlie, pela sua forma tão única de ver o mundo e por perceber detalhes que na maior parte do tempo passam despercebidos por nós. O final do livro, trás um assunto um tanto quanto inesperado, e sério, e nos faz entender o motivo das atitudes de Charlie, e o porque dele ser do jeito que é. A narrativa é bem leve, e as cartas são curtas, o que facilita bastante a leitura, e não a torna cansativa e entediante, é bem fácil e rápido de ler. Eu sinceramente amei a capa do livro que tem os personagens do filme, achei a mais linda de todas, me apaixonei por ela. Quanto ao filme, ele é ótimo, e como o roteiro foi feito pelo Stephen Chbosky, o filme ficou totalmente fiel ao livro, ele é ótimo, tem uns trechos que a gente se apaixona. O Logan como Charlie, e a Emma como Sam, acho que foram as melhores  escolhas que pudessem ter sido feitas. Mais livros deveriam ser feitos assim, ressaltando o ponto de vista do personagem, e com assuntos que realmente interessam não só aos jovens, mas também aos adultos. Acho que é totalmente impossível ler o livro e não se apaixonar por Charlie, ou mesmo se sentir infinito. Todos deveríamos ser um pouco Charlie de vez em quando, isso nos ajudaria muito. As vantagens de ser invisível, com certeza é um dos meus livros favoritos.



You May Also Like

14 comentários

  1. Já ouvi tantas opiniões divergentes sobre esse livro... preciso comprar pra ler e ter a minha. rs!
    Parabéns pelo blog.
    Beijinhos!
    Giulia - Prazer, me chamo Livro

    ResponderExcluir
  2. Ah, se puder, tire a verificação de comentários. É bem chatinho pra gente ter que provar que não somos um robô. rs!

    ResponderExcluir
  3. Não irá se arrepender amor, o livro é excelente. Vou tentar tirar essa verificação, mas não garanto nada, já que sou nova por aqui e não entendo nada UAHSUAHSUAHSAUHS ><

    ResponderExcluir
  4. Quero muito ler esse livro. Porém ainda não encontrei ninguém que o tenha, e nas livrarias aqui na minha cidade não tem. :(

    ResponderExcluir
  5. Quero muito ler esse livro. Porém ainda não encontrei ninguém que o tenha, e nas livrarias aqui na minha cidade não tem. :(

    ResponderExcluir
  6. O filme e o livro são coisas que quero muito ver.
    O elenco supera nossas expectativas.
    Abraços!
    www.blogumjovemleitor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. quero muito ler esse livro, já me indicaram várias vezes e dizem que o filme é ótimo!

    ResponderExcluir
  8. Nossa. Estou completamente sem palavras. Você descreveu o livro MUITO bem!
    Disse tudo que eu senti ao ler, e que nem consegui explicar direito.
    Eu realmente amo esse livro, muito, muito, muito, muito!
    Resenha P-E-R-F-E-I-T-A!
    Beijos!
    Alice - pirando-com-livros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. A-M-E-I o livro e o filme é igualmente excelente!!!
    Ezra Miller faz um trabalho surpreendente

    ResponderExcluir
  10. AMEI a resenha, sou louca pra ler esse livro e assistir o filme! beijos ♥

    ResponderExcluir
  11. Amei a resenha, me deu muuuita vontade de ler o livro, vou procurar nas livrarias da minha cidade, já vou coloca-lo na minha listinha de próximas leituras *--*

    ResponderExcluir
  12. Adorei o livro e tenho certeza de que vou adorar o livro também! Parabéns, muito boa sua resenha.

    ResponderExcluir
  13. Esse livro é muito inspirador.

    ResponderExcluir