Tecnologia do Blogger.

Sobre nós

Editoras Parceiras

Curta nossa página

Entrevista com Nicholas Sparks, um dos maiores fenômenos da atualidade.

by - sexta-feira, janeiro 25, 2013


Confira o ping-pong completo com Nicholas Sparks, autor de Homem de Sorte e Amor Para Recordar.

Você participa da escolha dos atores para os filmes baseados em seus livros?

Eu sou informado de todas as decisões, mas raramente assisto todas as audições. Outros produtores também não fazem isso. O diretor de casting reduz a lista de 500 audições (geralmente em vídeo) para 10 ou 15 finalistas. E esses são os que eu assisto, às vezes.
Como foi conhecer Zac Efron, que interpreta pela primeira vez um papel baseado na sua obra, no filme Um Homem de Sorte?
Eu tive a chance de conhecer Zac relativamente bem e ele é um ótimo jovem. Ele trouxe muito entusiasmo, dedicação e paixão para o papel e eu acho que as pessoas vão ficar surpresas positivamente com o desempenho dele. No filme, ele
não é um adolescente, ele é um jovem adulto e faz um trabalho incrível como Logan Thibault.
Existe algum ator ou atriz que você gostaria de ver atuando em um papel que você escreveu?

Eu tenho sido bastante sortudo com o elenco de todos os meus filmes, mas eu nunca imagino – ou espero – por um ator ou atriz em particular. No fim, eu quero a pessoa “certa”, mesmo que não seja sempre quem eu imagino que seja. Por exemplo, eu nunca imaginei Rachel McAdams em O Diário de Uma Paixão, mas, no fim, sua performance como Allie foi sensacional.
Muitos livros seus acabam sendo adaptados para o cinema. Atualmente, quando você escreve, você já pensa em como aquilo vai estar na telona?
Eu preciso manter a adaptação para o cinema na cabeça, mas, no fim, eu ainda sento para escrever o melhor romance que eu posso fazer. Eu aprendi que nada é garantido em Hollywood, mesmo para mim. Mesmo assim, quando eu estou escrevendo um livro, eu tento manter a história tanto no mundo literário quanto no mundo cinematográfico. Por exemplo, mesmo que não tenha nenhum livro sobre isso, jamais escreverei uma história de amor ambientada no Titanic, porque não seria original.
Em que momentos você escreve?
Eu geralmente escrevo das 10 às 16 horas, com uma hora de pausa – normalmente para almoçar com a minha esposa. Essas horas funcionam bem para mim, embora eu consiga – e tenha – que escrever em qualquer momento do dia ou da noite. E também consigo escrever até quando estou viajando.
Você assiste televisão?
Eu não vejo muito televisão, talvez uma hora por dia ou até menos. Quando minha mulher está assistindo, eu geralmente fico do lado dela lendo um livro. Eu acho que meu programa preferido atualmente é a série Dexter, que é o mais diferente possível do que eu escrevo. Entretanto, eu adoro as tramas complexas e interligadas.
E o que você está lendo atualmente?
Eu estou lendo The Prophet, de Michael Koryta. É um suspense fantástico, mas só será publicado na primavera (eu recebi uma cópia adiantada). Sobre meus escritores favoritos, a lista é longa, mas o autor que eu mais admiro e respeito é o Stephen King.
Nós escolhemos duas perguntas feitas por fãs para você. A primeira é da Gabriela Wegner: de onde vem tanta inspiração para seus romances?
Do desafio de escrever um romance que seja melhor do que qualquer coisa que eu já fiz antes.
A segunda pergunta é da Karin Clemente: Nicholas, em praticamente todos os seus livros a Igreja Batista está presente de alguma maneira na vida dos personagens de forma intensa. Você tenta, de alguma forma, mostrar para seus leitores o quanto a presença de Deus é importante na vida das pessoas?
Em alguns livros – como Um Amor Para Recordar – o elemento cristão é muito importante para a história. Em outros, como O Melhor de Mim, a religião não é mencionada. A questão é se a adição de elementos da fé faz a história ficar melhor. No fim, eu estou simplesmente tentando escrever o melhor romance que eu posso.
Você já esteve no Brasil antes. O que você pensa do nosso país?
Eu pude visitar várias cidades no Brasil e eu acho um país maravilhoso. Eu adorei especialmente as pessoas que encontrei. Elas eram amigáveis e pareciam genuinamente aproveitar a vida. Não tenho dúvidas que de voltar para uma turnê no país e estou muito ansioso para isso.
O quanto você se envolve com a produção do filme? Você precisa aprovar o que está sendo feito?
Eu fico no set de filmagens de 3 a 4 dias durante 2 ou 3 semanas (quando se demora de 7 a 8 semanas para fazer o filme). Eu tento tantas outras obrigações que é impossível para mim estar net o tempo todo. Com relação à minha aprovação, eu geralmente deixo outras pessoas com esse papel. Eu faço demandas raramente, e apenas quando considero extremamente importante [para a história].
Atualmente existe uma onda de livros sobre assuntos sobrenaturais, como vampiros, anjos e lobisomens. Você já pensou em escrever algo nesse tema?
Não. Eu deixo para os outros. Estou confortável escrevendo os tipos de história que faço.
Muitas pessoas pensam que adolescentes não são leitores críticos. O que você acha?
Alguns adolescentes são leitores críticos e outros não. Assim como adultos. Mas existe uma diferença entre livros direcionado à adolescentes e os tipos de romances que eu escrevo (que adolescentes, assim como adultos, também gostam).
E quando você não está escrevendo, o que você gosta de fazer?
Minha vida é bem simples além da escrita: eu passo tempo com a minha esposa, passo tempo com minhas crianças, leio e pratico exercícios. Também gosto de sair para jantar com amigos.
O que de melhor a escrita te proporcionou?
A melhor coisa é que eu estou podendo ver minhas crianças crescerem.

You May Also Like

2 comentários

  1. Eu não gosto muito dos livros dele, são muito previsíveis, melosos e repetitivos.

    ResponderExcluir
  2. Amoo o Nicholas e um dia lerei todos os livros dele..!!Já li quase todos.kk

    ResponderExcluir