Tecnologia do Blogger.

Sobre nós

Editoras Parceiras

Curta nossa página

Resenha #167 - Todos os Nossos Ontens

by - segunda-feira, novembro 30, 2015

Nome do livro: Todos os nossos ontens
Autora: Cristin Terrill
Editora: Novo Conceito
Páginas: 352
Skoob | SaraivaAmazon
Classificação: 
"Se eu puder dar para a Marina uma chance de escapar das coisas pelas quais eu passei, pelas quais você me fez passar - ele retrai o corpo com as minhas palavras -, não me importo de abrir mão desta minha existência de baixa qualidade."
No início do livro, somos apresentados à Em e Finn, que estão presos em uma base secreta do governo e são torturados em pequenos intervalos de tempo para dizerem onde estão certos documentos necessitados pelo sistema e que foram escondidos por eles.

O mundo está um caos, milhares de pessoas estão morrendo, e as que sobrevivem são monitoradas até nos mínimos detalhes. O mundo basicamente se tornou algo impossível de viver com seu governo totalitário.

Cassandra, uma máquina do tempo, fora construída inicialmente com boas intenções. Mas com o passar do tempo e pessoas más influenciando tudo, logo ela se tornou uma máquina perigosíssima e que precisava ser destruída a todo custo. Imagine um governo que pode voltar no tempo e mudar tudo aquilo que não lhe convém? Ameaças que pudessem destruir antes mesmo de existirem? Pessoas com opiniões divergentes das que lhes eram mais convenientes?

Com a ajuda de um dos guardas da base, Em e Finn conseguem finalmente fugir depois de meses sendo mantidos presos. Utilizando Cassandra, voltam quatro anos no tempo, antes de ela ser construída, para terem sua última tentativa de fazer com que ela não existisse no futuro. Mas para isso, precisarão acabar com a vida do "doutor", que fora quem construíra Cassandra.

Mas nada será tão simples assim. Mesmo sabendo de toda a maldade que ele fizera aos dois no futuro, há algo em seus passados que torna tudo ainda mais difícil. Eles possuíam um forte laço, e para conseguirem salvar o seu futuro, precisam destruir todo o seu passado, quebrando antigos vínculos e amizades que existiram. O poder cega as pessoas, e nem todos quando são adultos, continuam tendo a inocência de quando eram mais jovens.
"Conhecendo a sua versão do meu tempo tão bem quanto eu conheço, suspeito que você tivesse medo de que, se salvasse seus pais e crescesse com uma família completa e feliz, nunca teria se importado o bastante com o tempo para descobrir como controlá-lo. E você ama tanto o poder que isso dá que não poderia arriscar. Talvez exista uma linha do tempo em algum lugar que você tomou uma decisão diferente, mas não é esta, assim, ainda preciso deter você."
Nunca fui fascinada pelo tema de viagem no tempo, não é algo que me chamava muito a atenção. Mas me sinto na obrigação de admitir que precisei abrir uma exceção à esse livro.  No início as coisas estavam bem confusas, fatos ocorriam e eu não entendia muito bem.

Duas histórias diferentes vão sendo contadas ao mesmo tempo, o que nos causa certas dúvidas, mas no decorrer da leitura vamos ligando as duas histórias e personagens e o sentido que isso ganha, é inacreditável!

Fatos que nunca imaginaríamos, acontecem e nos deixam de queixo caído. A história é magnífica, e mesmo agora, depois do livro terminado, ainda me sinto dentro dela, querendo saber mais e mais, precisando de mais. Apesar do tema não estar muito em minha lista de favoritos, esse livro com certeza está! Foi um dos melhores que já li em toda a minha vida. Minha vontade era de detalhar cada capítulo do livro, mas se eu disser mais alguma palavra, acabará todo o mistério que é super gostoso de ir desvendando no decorrer da leitura.

A história é surpreendente e nada cansativa. A cada página ocorre algo novo e que instiga ainda mais a continuação. A narrativa é leve e contínua, não se torna chata em momento algum. Livro recomendadíssimo!

You May Also Like

3 comentários

  1. Eu recebi o livro esse mês e to com muita expectativa pra ler, pois acho que a história deve ser realmente muito bacana. Só não gostei muito da capa :(

    Beeijo
    Resenhando Sonhos

    ResponderExcluir
  2. Preciso de um assim que eu tenha terminado ainda sinta que eu estou no livro o último livro que me senti isso foi o livro da Kiera Cass, achei muito interessante esse livro e a história dele e achei um pouco interessante a capa.
    Bjsss

    ResponderExcluir
  3. Li o "ontens" e pensei se existia! hahahahah. Nunca tinha visto nenhum livro do mesmo autor que esse, mas depois do início da sua resenha parece ser um livro legal por eles estarem escondendo algo...
    abraços

    ResponderExcluir