Tecnologia do Blogger.

Sobre nós

Editoras Parceiras

Curta nossa página

Resenha #165 - Os Segredos de Colin Bridgerton

by - quarta-feira, novembro 18, 2015

Titulo: Os Segredos de Colin Bridgerton
Autora: Julia Quinn
Editora:Arqueiro
Páginas: 328
"Ela sorriu e apertou a mão dele, ciente de que estava prestes a embarcar na maior aventura de sua vida."
Sinopse: Há muitos anos Penelope Featherington frequenta a casa dos Bridgertons. E há muitos anos alimenta uma paixão secreta por Colin, irmão de sua melhor amiga e um dos solteiros mais encantadores e arredios de Londres. Quando ele retorna de uma de suas longas viagens ao exterior, Penelope descobre seu maior segredo por acaso e chega à conclusão de que tudo o que pensava sobre seu objeto de desejo talvez não seja verdade. Ele, por sua vez, também tem uma surpresa: Penelope se transformou, de uma jovem sem graça ignorada por toda a alta sociedade, numa mulher dona de um senso de humor afiado e de uma beleza incomum. Ao deparar com tamanha mudança, Colin, que sempre a enxergara apenas como uma divertida companhia ocasional, começa a querer passar cada vez mais tempo a seu lado. Quando os dois trocam o primeiro beijo, ele não entende como nunca pôde ver o que sempre esteve bem à sua frente. No entanto, quando fica sabendo que ela guarda um segredo ainda maior que o seu, precisa decidir se Penelope é sua maior ameaça ou a promessa de um final feliz.
"Não é que ele temesse o amor, ou não acreditasse nele. Apenas... não o esperara."
Sabe quando você coloca altas expectativas em uma história e acaba se decepcionando?
Foi isso que aconteceu comigo lendo esse livro, mas não posso culpar ninguém, afinal quem ficou com expectativas muito altas fui eu.
Bem, esse é o quarto livro da série "Os Bridgerton" da Julia Quinn, pra quem ainda não viu as outras resenhas eu já fiz a dos três primeiros aqui no blog. Mas quem quiser ler ele de forma independente também da super certo, porque cada livro conta a história de um irmão diferente.
Nesse romance conhecemos melhor Colin, o terceiro mais novo dos meninos Bridgertons, famosos por seu sorriso encantador e pelo seu jeito de agradar a todos com sua educação e simpatia, vive viajando pelo mundo, passando assim muito pouco tempo presente nas temporadas Londrinas da sociedade de 1824.

Na outra ponta da história temos Penelope Featherington que em seus 28 anos é considerada uma solteirona que se vestia mal até pouco tempo atrás, ela é ignorada por todos, com exceção da família Bridgerton, e passa sempre despercebida nos bailes, sempre sentada em algum canto ou em pé observando o baile.
Mas desde seus 16 anos ela é completamente apaixonada pelo Bridgerton de sorriso fácil e olhos verdes, Colin.
"- Pelo amor de Deus, Penelope - disse ele, agarrando-lhe a mão e puxando-a para fora do veículo -, você vai ou não se casar comigo?"
A história é boa, muito boa. Os personagens são divertidos e Lady Whistledown é de longe um dos pontos altos de toda a narrativa.
Inicialmente conhecemos o passado e a forma como Penelope se apaixonou por Colin, e acompanhamos também todas as boas decepções que ele fez ela passar ao longo dos anos, conhecemos um Colin viajante e uma Penelope esperançosa pelo dia em que ele enfim também se apaixonaria por ela.
Com o decorrer de cada capítulos vemos como a amizade dos dois vai evoluindo aos poucos e o momento em que Colin deixa de enxergar Penelope como a amiga da irmã e passa a vê-la como uma linda mulher, mesmo não sendo linda segundo os padrões da sociedade londrina da época.
"E foi então que ele se deu conta de que Daphne estava certa. O seu amor não tinha sido como um raio caído do céu. Começara com um sorriso, com uma palavra, com um olhar zombeteiro. A cada segundo que passara na companhia dela, crescera até chegarem àquele momento, e de repente ele soube.
Ele a amava."
Penelope faz o tipo de donzela diferente, não é como nos livros anteriores onde as garotas tiveram conversas pra lá de constrangedoras sobre assuntos matrimoniais, ela é direta no que quer e quando tem a oportunidade de ter o que sempre quis a vida inteira não deixa a chance passar.
Acho que dentre os pontos mais legais do livro é exatamente a personalidade forte dos personagens, e a coragem e o medo que cercam os dois. Colin com sua angústia por não ser "nada" na vida, e passar no mundo sem ser lembrado por algo bom que ele tenham feito, além de dar sorrisos nos bailes, e Penelope, com sua opinião forte e ao mesmo tempo sua coragem em manter um segredo tão grave por tantos anos.
"Talvez aquilo fosse a definição de amor, afinal. Querer uma pessoa, precisar dela e adorar até mesmo nos momentos de fúria, quando se tinha vontade de amarrá-la à cama só paraque ela não saísse e causasse ainda mais problemas."
São 300 e poucas páginas de amor, confusões, porque definitivamente Colin sabe se envolver em pequenos conflitos como ninguém, mistérios, e além do mais podemos ver como estão os nossos personagens passados, os outros irmãos Bridgerton, agora alguns anos depois, com muitos filhos e felizes.
Mesmo tendo ficando levemente triste pois esperava um Colin mais "colin" eu confesso que ainda sim o livro merece 5 estrelas.
Porque no final das contas Julia Quinn mais uma vez provou a todos que sabe criar romances como ninguém mais.
"-Eu só escrevo finais felizes - sussurrou. - Não saberia escrever qualquer outra coisa."

You May Also Like

6 comentários

  1. Eu nunca li o livro dela, mas sempre leio que ela é uma otima escritora, quem sabe eu não tente lê, mas que pena que você se decepcionou, eu sei como é isso você fica na expetativa de que vai ser aquilo e não é.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os livros dela são excelentes, te indico que comece pelo primeiro, e siga realmente a ordem dos irmãos se for realizar a leitura.
      Beijinhos!!!

      Excluir
  2. Olá!!
    Amo de morrer, romances de época são de longe meus favoritos e quando se fala em romance de época não tem como não falar em Julia Quinn, é uma pena que esse livro não tenha alcançado suas expectativas , mas fico muito feliz que apesar disso você tenha gostado tanto.
    Bjocas!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também gosto muito de romances de época, e a Julia Quinn foi minha grande descoberta neste ano, e infelizmente esse livro foi o pior pra mim até agora.
      Beijinhos!!!

      Excluir
  3. A Julia Quinn é muito boa com o que escreve, cada detalhe e o tudo mais... pra mim é um pouco difícil julgar o livro em quantidade de estrelas, não sei se avalio corretamente, é complicado, só sei dizer "bom" e "ruim". É uma pena que não tenha gostado, porque é uma grande escritora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Sim, sem sombra de dúvidas ela é uma grande escritora, eu já alguns dos outros livros dela e acabei apaixonada por todos, mas como disse, esse me decepcionou um pouco, mas é inegável o talento da escritora para contar boas histórias.
      Beijinhos!!!

      Excluir