Tecnologia do Blogger.

Sobre nós

Editoras Parceiras

Curta nossa página

Resenha#161 - One More Chance (Mais Uma Chance)

by - quinta-feira, novembro 05, 2015

Livro: One More Chance
Tradução livre: Mais Uma Chance
Páginas: 155
Autora: Abbi Glines

"Aquele momento em que você percebe que estragou completamente a sua vida... pois é, eu conheço esse momento. Conheço muito bem."


Sinopse: Grant Carter fez tudo em seu poder para convencer Harlow Manning que ele era um bom rapaz. Mais do que uma fala mansa e alguém em quem pudesse confiar. Ele teve de superar sua reputação como um playboy, e sua história com a meia-irmã de Harlow, Nan, uma mulher que é puro veneno. Harlow tinha agarrado a chance, caindo duro e rápido nos braços do cara que emocionou com o seu desejo que tudo consome. Depois de uma vida de evitar bad boys como Grant, ela abriu-se para as possibilidades de amor ... Mas um segredo rasgou-os, e agora Grant e Harlow devem decidir se eles podem lutar o suficiente para fazê-lo funcionar - ou se a dor da traição tem destruído permanentemente o seu futuro.



"Se você acordar e se isso for um sonho, me ligue. Virei correndo. Eu juro.", disse ele, em seguida, pegou minha mão e beijou. "Tudo o que você tem a fazer é me chamar, e vou derrubar qualquer coisa para estar com você."

Minha curiosidade foi maior e mais forte do que eu e acabei indo para a internet em busca da continuação de A Primeira Chance, resenha aqui. Eu queria saber o que aconteceria com Grant e Harlow o mais rápido possível, me apeguei tanto aos personagens que não admitir ver eles sofrendo, e longe um do outro.

Pra quem ainda não leu A Primeira Chance vou logo avisando que essa resenha contem Spoilers, porque é um livro que dá continuidade a história iniciada no volume anterior.
Pois bem, Harlow e Grant se apaixonaram e viveram muitos momentos felizes no livro anterior, mas bem perto do fim da história o problema cardíaco de Harlow veio a tona junto com toda a fama e mídia de quem ela sempre procurou se manter afastada.

Cerca de dois meses depois de toda a confusão em que a mídia a enfiou Harlow se encontra no Texas com seu irmão Mase ( quero muito conhecer a história dele também), só que agora as circunstâncias em que ela se encontra são bem mais delicada do que antes, ela não tem apenas um problema no coração, ela espera um bebê de Grant, mesmo sendo uma gravidez de alto risco ela prefere manter o bebê e correr o risco de perder a si mesma.

"Eu não posso te perder, iria me destruir. Você pode muito bem me levar com você. Eu não vou ser capaz de viver se você não o fizer."

Enquanto ela se mantem afasta Grant sofre com a ausência da amada, ele sofre copiosamente e liga todo santo dia para ela, chegou uma hora em que eu parei de contar quantas vezes ele deixou recados na caixa de mensagem dela.O único que parece estar por perto é Rush, e o único que sabe onde Harlow está e não quer contar a Grant, o que só deixa ele mais furioso.

Até que Mase toma a atitude de contar a Rush sobre a gravidez de Harlow e ele corre pra noticiar Grant sobre o ocorrido, imediatamente o jovem corre até o Texas em busca de sua amada, e morrendo de medo de perde-la.
Depois de um reencontro e de colocar algumas coisas em seus devidos lugares, Grant enfim consegue trazer Harlow de volta para casa, para o seu apartamento em Rosemary, mas ele continua lutando contra o medo de perde-la a todo instante, toda vez que Harlow se refere ao bebê é como se uma faca atingisse o coração de Grant, pois ele temia que se o tivessem ele perderia sua amada, mas a coragem e a força que vinha dela o dava coragem pra acreditar que no final tudo poderia dar certo.

"Se ela estava pensando em fugir de mim, a perseguiria até o fim."

Depois de uma série de consultas médias, um show aparte de iro, e milhares de outros pequenos conflitos, tudo parecia ir bem com Harlow e a bebê, sim eles teriam uma linda garotinha, e Grant já havia se acostumado com a ideia de pertencer finalmente a uma família, eles haviam até comprado uma casa. Mas em uma bela noite as coisas sairão do controle e o destino pareceu querer que o pior o acontecesse.

Foi nesse momento que a autora foi capaz de mostrar qual forte e frágil seus personagens eram, ela pois Grant na situação que ele mais temia, e posso dizer que ele se saiu melhor do que o esperado. As cartas de Harlow e ela estavam por todas as partes, a pequena Lila Kate pareciam encher seu coração de esperança. A atitude de Nan conseguiu ser  ponto alto do fim da história, e pela primeira vem em todos os livros eu consigo enxergar bondade naquele coração tão frio.
E como nos contos de fadas, posso dizer que no final tudo deu certo e que mesmo depois de altos e baixos, medos e de aprenderem a confiar um no outro Harlow e Grant finalmente serão felizes para sempre.

"O amor não deve fazer nossas escolhas por nós; ele deve apenas adicionar importância para nossas escolhas."

You May Also Like

3 comentários

  1. Olá!!
    Ops, devido ao seu aviso sobre os Spoilers, não vou ler sua resenha desse livro, vou ler a do primeiro, e assim q eu ler o livro volto aqui e leio sua resenha, rsrs
    Bjocas

    ResponderExcluir
  2. Que capa linda essa! Confesso que pra mim, 50% das primeiras impressões são a capa (infelizmente). Quanto spoiler já peguei desse livro!! Mas foi até bom pra ver que não é bem o que eu pensava ser.

    ResponderExcluir
  3. A capa é bem chamativa, a resenha ficou bem legal, mas parece ser mais uma historia repetida, parece muito com outros livros de romance, talvez leria, não sei ainda.

    ResponderExcluir