Tecnologia do Blogger.

Sobre nós

Editoras Parceiras

Curta nossa página

Resenha #79 - Convergente

by - quinta-feira, janeiro 01, 2015

Nome do livro: Convergente
Autora: Veronica Roth
Editora: Rocco
ISBN: 9788579801860
Páginas: 526
Encontre-o: Skoob | Orelha de Livro
Compre-o: Saraiva | Americanas | Submarino

“É isso que o amor faz quando é certo. Ele torna você algo maior do que é, maior do que acredita ser capaz de ser. Isso é certo.”

Sinopse: A sociedade baseada em facções, na qual Tris Prior acreditara um dia, desmoronou – destruída pela violência e por disputas de poder, marcada pela perda e pela traição. No poderoso desfecho da trilogia Divergente, de Veronica Roth, a jovem será posta diante de novos desafios e mais uma vez obrigada a fazer escolhas que exigem coragem, fidelidade, sacrifício e amor. Livro mais vendido pela Amazon no segmento infantojuvenil em 2013, Convergente chega ao Brasil em meio à expectativa pela estreia de Divergente nos cinemas, em abril. A série segue no topo na lista de bestsellers do The New York Times.

“A vida nos danifica, a todos nós. Não há como escapar desse dano.
Mas agora também estou aprendendo isto: podemos ser consertados. Consertamos uns aos outros.”

“Passei a maior parte da minha vida guardando informações, revirando-as na cabeça sem parar. O impulso de compartilhar qualquer coisa é novo para mim, e o impulso de esconder as coisas é tão natural quanto respirar.”


“Todas as pessoas têm algo mau dentro de si e que o primeiro passo para amar qualquer pessoa é reconhecer o mesmo mal dentro de nós para que possamos perdoá-la.”

O que você faria com uma informação que mudasse tudo? Tudo o que você acredita já não existe mais, agora o velho conhecido, dá lugar ao novo a ser descoberto.

Depois da invasão à sede da Erudição, Tris e todos os outros finalmente descobriram qual era a informação que muitos dos membros da Abnegação morreram lutando para que fosse divulgada, inclusive seus pais. A realidade é que a guerra que eles sempre ouviram falar que destruíra todo o mundo lá fora, restando apenas Chicago, nunca existiu. O mundo fora da cerca continua existindo, e está exatamente igual à antes, mas a maldade da natureza humana, acabara corrompendo a tudo e a todos. As pessoas dentro da cerca, foram colocadas lá com um propósito, para que não fossem afetados pelo caos e pelo mau que agora está em todas as pessoas do mundo, para que fossem pessoas boas e aprendessem o sentido do trabalho em grupo com as facções.

De acordo com o vídeo liberado, assim que houvesse uma quantidade significativa de Divergentes dentro da cerca, a Amizade deveria abrir os portões para todas as pessoas saírem e tentarem livrar o mundo de todo o mau que há nele, essa é a verdadeira função dos Divergentes. Agora você me pergunta: "Mas por que os Divergentes?", a resposta para isso é simples: "Pois eles não são controlados por nada, e possuem a mente mais flexível, sendo assim mais difícil de serem contaminados pelo mau que espreita lá fora."

Por isso a Erudição sempre caçou e matou todos os Divergentes, para que a informação de que há vida lá fora não fosse divulgada e eles continuassem sempre lá, presos e ignorantes de tudo que acontecia à sua volta, e para que o conhecimento pertença apenas à Erudição, e a mais nenhuma outra facção. Se as pessoas soubessem a verdade, e quisessem sair e conhecer a cidade, eles perderiam o poder. Pois enquanto estão presos, eles podem controlar quem quiserem, mas a partir do momento em que começarem a sair da cerca, perderão totalmente o controle, e consequentemente, o poder.

Os que se voltaram contra a Audácia e aos sem-facção na guerra contra a Erudição, agora estão presos na sede da facção, e entre eles estão Tris e Christina. Tudo o que Tris quer agora, é ser liberta e conhecer o que há do outro lado da cerca, do lado de fora dos portões. Depois de seu julgamento, ela é inocentada, podendo assim, tomar as decisões que melhor lhe caber.

Com Evelyn no poder, as facções simplesmente acabam. Todos são obrigados a conviver juntos e com cores de roupas misturadas.  Ela é a nova líder da cidade, e todas as decisões devem passar por sua aprovação antes de serem tomadas.

Ao se unir aos Leais, uma “sociedade secreta”, membros das antigas facções que acreditam que o sistema faccionado é a melhor maneira de se continuar vivendo em paz e que as pessoas devem conhecer o que há fora da cerca que delimita os limites da cidade, Tris, Quatro, Cara, Peter, Caleb, Tori, Christina e Uriah resolvem se aventurar no desconhecido e saem dos limites da cidade.

Lá fora, encontram Amah e Zoe, que os levam ao Departamento de Auxílio Genético, ou simplesmente Departamento. Lá é onde eles controlam tudo dos experimentos, vigiam câmeras e sabem tudo o que acontece lá dentro. Um dos experimentos que ainda restara é o de Chicago, de onde Tris e os outros saíram. Mas lá descobrem que a verdadeira função dos Divergentes não era purificar o mundo atual, e sim o mundo futuro, o que ainda está por vir, através das futuras gerações. Lá, o que mais importa à eles são os genes Geneticamente Puros, os seja, os Divergentes. Os que não são Divergentes, são chamados de Geneticamente Danificados, e embora não pareça haver risco algum à eles, na realidade há.

Os cientistas do Departamento, acreditam que os Geneticamente Danificados, ou simplesmente G.D., são responsáveis por todo o caos e a desordem que há no mundo. Dizem que quando são capazes de ser corajosos, são cruéis, que não conseguem ser todas as coisas positivas e que eles sempre têm um lado posicionado para o mau. E em meio a desavenças, brigas, rompimentos e mentiras, Tris, Quatro, Peter, Caleb, Cara, Christina e até alguns membros do Departamento, provarão a todos que o que realmente importa não são os genes, que todos têm a liberdade de escolha. E o que realmente importa, são nossos cérebros e nossos corações, o que há dentro deles que nos diferencia, não nossos genes.

Mais mentiras serão descobertas, traições acontecerão e planos deverão ser desenvolvidos. Nossos heróis estão em uma maior escala de perigo do que já estiveram antes. Vidas serão perdidas e amores estraçalhados. Para o bem maior, sacrifícios terão de ser feitos e escolhas tomadas.

“Não há como saber tudo sobre as pessoas e os motivos que as levam a agir como agem.”

A trilogia Divergente acaba de entrar de uma vez por todas em minha lista de favoritos. Além de ser muito criativa, inovadora, e dar várias voltas durante toda a história, ela é envolvente, te prende de um jeito que poucos livros são capazes de fazer. Te deixa dependente da história, onde você quer mais e mais. Muitas vezes a escolha da autora por qual caminho seguir me deixou louca de raiva, mas acredito que o conjunto que ela criou, ficou maravilhoso! Acho que alguns fatos no final do último livro foram desnecessários, e teria sido melhor se não houvesse acontecido, mas...
A história te faz rir, chorar (muito), suspirar, e querer a todo custo entrar na história, são emoções autênticas. Eu simplesmente amei.

“Ser honesto não significa falar o que quer na hora que quer. Só significa que o que você escolhe falar será verdade.”
“Adapte-se. Adapte-se mais rápido, adapte-se melhor, adapte-se a coisas às quais ninguém deveria ter que se adaptar.”
“Imagino que uma chama que queime com tanta intensidade não seja feita para durar."

You May Also Like

6 comentários

  1. Oi Natalia, tudo bem?

    Eu li Divergente e gostei muito, achei top. Assim que peguei Insurgente eu li ele rápido, dois dias, mas achei o livro péssimo, não gostei nenhum pouco. Nem peguei Convergente pra ler. Essa série não deu certo comigo... Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Gabriel, tudo ótimo e você?

      Nossa, jura? Poxa, que péssimo saber disso! Eu ouvi várias críticas à respeito de Insurgente, mas eu simplesmente AMEI aquele livro. Amei toda a trilogia na verdade. Que pena que não deu certo para você! Quem sabe no futuro não dá outra chance a ela, não é?

      Beijos!

      Excluir
  2. Oie, tudo bem?
    Amei a resenha, ela me fez enlouquecer aqui, quero muito essa saga, já virou meio que uma necessidade, rsrsrsrsrs...

    ResponderExcluir
  3. oieeeeee florzinha..........Esta é minha leitura atual e estou adorando, apesar de estar lendo em e-book e estar lendo mais devagar,a historia esta me surpreendendo..Espero gostar assim como você =)

    ResponderExcluir
  4. Quero tanto ler... as minhas expectativas continuam altas e espero que elas sejam correspondidas rsrsrs.

    ResponderExcluir
  5. Achei o último livro da série mais dinâmico, já que tem dois pontos de vista. Concordo com você que a autora criou alguns acontecimentos desnecessários e não gostei do que acontece no final do livro, porém o rumo da história depois disso achei bem desenvolvido.
    Beijos

    ResponderExcluir