Tecnologia do Blogger.

Sobre nós

Editoras Parceiras

Curta nossa página

Você sabia que o escritor com mais livros publicados no mundo é brasileiro?

by - segunda-feira, janeiro 26, 2015

Ryoki Inoue já publicou quase 1.100 livros, foi para o Guinnes Book e, enquanto você lia isso, deve ter escrito mais umas duas ou três novas obras.


Se você não conhece Ryoki Inoue, precisa ficar por dentro das façanhas desse verdadeiro Pelé da Literatura.

Nascido em 1946, médico por formação e escritor por paixão, Ryoki é autor de sucessos como O Fruto do Ventre, Quinze dias em setembro, E agora, Presidente, A Bruxa e Saga.

Ele começou com um western em 1986, “Colts de Mclee”, e aventurou-se pelos gêneros romance, crônica, conto, jornalístico, entre outros. Quase todos os seus livros vendem mais de 10 mil exemplares cada, sem dificuldade. Um verdadeiro prodígio para um país como o nosso, em que vender mil livros de um único título já é uma distinção.

Se tomarmos as três décadas em que ele vem escrevendo livros e fizermos um cálculo de sua produtividade, chegaremos ao surreal número de um livro publicado a cada nove dias. NOVE DIAS!

Reunimos abaixo dez fatos sobre ele, compilados pelo blog Listas Literárias, que demonstram que, de fato, ele é “o cara”: 

  1. Em 1993, o Guinness Book o reconheceu como o homem que mais publicou livros em todo o planeta. É o mínimo que poderiam fazer para alguém que tem cerca de 1.100 obras próprias!
  2. Mesmo tendo algumas publicações em grandes editoras, decidiu ele próprio gerenciar sua carreira e cuidar da publicação de seus livros; 
  3. Ryoki alimenta sozinho mais de 400 mil leitores por mês e a maioria das edições de seus livros alcançam mais de 10 mil exemplares; 
  4. Em reportagens, já se mencionou que ele pode ser visto escrevendo com regularidade, das 06:00 às 02:00 da manhã; 
  5. Ele já chegou a conseguir publicar até 12 livros numa mísera semana; 
  6. E agora, presidente? Um livro político-policial que traz um pouco da realidade nacional, é o livro de nº 1.000 do autor; 
  7. Segundo Jô Soares, “A maioria das pessoas não consegue ler na mesma velocidade que ele escreve”. Também pudera… 
  8. O autor é médico e chegou a dirigir o Hospital Nossa Senhora de Fátima, mas largou a Medicina para se dedicar completamente à Literatura; 
  9. Em determinado tempo, chegou a escrever 3 romances num único dia! 
  10. Nada mais, nada menos que 39 pseudônimos foram utilizados por ele na época em que escrevia seus pocket-books, por exigência de seus editores.
FONTE: BookStart Blog

You May Also Like

8 comentários

  1. O que? Gente nunca tinha ouvido falar dele, e me pergunto como, sendo uma leitora assídua nunca ter lido um livro dele. Que orgulho por nosso país, não?
    Amei o post, adorei saber sobre esse novo autor, vou até pesquisar mais sobre a vida dele. Beijos
    Desfocando Ideias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por incrível que pareça, Naty, eu também nunca tinha ouvido falar dele! Pra você ver como sabemos pouco sobre nossa própria cultura!
      Obrigada, gatinha! Beijão!

      Excluir
  2. Nossa, fiquei impressionada com a quantidade de livros que já foram publicados e o sucesso deles, já ouvi falar nesse autor, ele é muito elogiado pela minha avó mas confesso que não li nada dele ainda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Confesso que nunca imaginei que seria possível chegar a escrever esse tanto de livros e em uma velocidade assustadora! Mas ainda não tive a oportunidade de ler nada dele, também! :\

      Beijos!

      Excluir
  3. Eu li essa notícia em outro lugar e fiquei me perguntando o que mais ele faz da vida. Escrever tanto assim, mesmo escrevendo em pouco tempo, parece um tanto desafiador. Imagino se escrevendo tão rápido pode-se escrever com boa qualidade. Também preciso ler um livro dele para saber, mas sempre fica o receio. =P

    ResponderExcluir
  4. Acredita que não li nada dele ainda? Gostaria de ler pelo menos um, segundo a crítica ele é um excelente escritor.

    ResponderExcluir
  5. Oi? não fazia nem ideia de que esse titulo pertencer a um Brasileiro

    ResponderExcluir
  6. Que orgulho :') eu realmente não sabia que esse título pertencia a um autor brasileiro, nunca pesquisei sobre. Já ouvi falar de algumas das suas obras mas nada que realmente despertasse meu interesse. Devemos dar mais valor a nossa literatura!

    ResponderExcluir