Tecnologia do Blogger.

Sobre nós

Editoras Parceiras

Curta nossa página

Resenha #82 - A Seleção

by - sexta-feira, janeiro 09, 2015

Nome do Livro: A Seleção
Autora: Kiera Cass
Editora: Seguinte
ISBN: 9788565765015
Páginas: 361
Encontre-o: Skoob | Orelha de Livro
Compre-o: Saraiva | Submarino | Americanas
“Toda garota precisa brilhar de vez em quando.”
Sinopse: Para trinta e cinco garotas, a Seleção é a chance de uma vida. Num futuro em que os Estados Unidos deram lugar ao Estado Americano da China e mais recentemente a Illéa, um país jovem com uma sociedade dividida em castas, a competição que reúne moças de dezesseis e vinte anos de todas as partes para decidir quem se casará com o príncipe é a oportunidade de escapar de uma realidade imposta a elas ainda no berço. É a chance de ser alçada de um mundo de possibilidades reduzidas para um mundo de vestidos deslumbrantes e joias valiosas. De morar em um palácio, conquistar o coração do belo príncipe Maxon e um dia ser a rainha.
Para America Singer, no entanto, uma artista da casta Cinco, estar entre as Selecionadas é um pesadelo. Significa deixar para trás Aspen, o rapaz que realmente ama e que está uma casta abaixo dela. Significa abandonar sua família e seu lar para entrar em uma disputa ferrenha por uma coroa que ela não quer. E viver em um palácio sob a ameaça constante de ataques rebeldes.
Então America conhece pessoalmente o príncipe. Bondoso, educado, engraçado e muito, muito charmoso, Maxon não é nada do que se poderia esperar. Eles formam uma aliança, e, aos poucos, America começa a refletir sobre tudo o que tinha planejado para si mesma e percebe que a vida com que sempre sonhou talvez não seja nada comparada ao futuro que ela nunca tinha ousado imaginar.
“Tomei coragem para enfrentar o que estava por vir. Eu me fiz de forte. Enfrentaria o que surgisse.Quanto ao que tinha ficado para trás,decidi que era melhor assim: deixar para trás.”
“Sei o que sinto por você. Talvez seja impulsivo da minha parte ter tanta certeza, mas estou certo de que seria feliz com você.”


O príncipe Maxon Schreave acabara de completar dezenove anos, e quer ao seu lado uma companheira. Para isso, abriram vagas para meninas de dezesseis a vinte anos poderem se inscrever para A Seleção. Dentre as que se inscreverem, apenas trinta e cinco delas serão escolhidas para continuar na disputa pelo príncipe.

Diferentemente de todas as outras jovens, America Singer não quer se inscrever, mesmo com a insistência de sua mãe. Ela diz que possui seus próprios desejos e não quer abrir mão deles, sem contar o fato de que não quer ser uma princesa.

Ela mora em Illéa, um país recente e dividido em castas, onde a Um, é onde vive a realeza, e a Oito, os miseráveis, e nesse intervalo se encontram as outras castas. América mora com a família na Cinco, onde não são extremamente pobres, mas também não possuem nada sobrando. A Seleção oferecerá à aquelas que forem escolhidas, uma boa quantia em dinheiro, o que poderia ajudar sua família.

O outro motivo por America não querer se inscrever, é Aspen, seu namorado secreto da Seis. Pouquíssimas vezes um homem que pedia em casamento uma mulher de uma casta mais alta para sua família, recebia permissão, por isso os dois namoravam escondidos e sempre se encontravam altas horas da noite. Depois de conversarem sobre A Seleção, Aspen finalmente convencera Mare a se inscrever, pois se ela tinha alguma chance de mudar de vida, ele não tiraria isso dela.

Depois de Aspen perceber que nunca poderiam ficar juntos, e que ele não queria uma vida miserável para America, ele termina o namoro dos dois.

America se inscrevera para o concurso, mas somente porque tinha certeza de que não seria escolhida, mas diferentemente do que acreditava e para sua surpresa, ela fora uma das trinta e cinco garotas escolhidas.

Há um mês atrás, America tinha certeza do que queria em sua vida, agora todas as certezas ficaram para trás. Agora, se quiser vencer a competição pelo coração de príncipe, Mare terá que se acostumar à massa de fãs torcendo por ela e gritando seu nome, as roupas da realeza, criadas para ajudar em tudo o que for necessário, adversárias querendo derrubá-la e a enorme simpatia e charme do príncipe Maxon, mesmo quando ela tenta resistir a ele.

America decide ser sincera com ele e logo diz que não acha que poderá ter qualquer tipo de sentimento amoroso por ele, então propõe um trato: se o príncipe a mantiver na disputa para que sua família continue recebendo o dinheiro, ela será sua amiga e lhe dirá o que está acontecendo entre as outras candidatas, para que ele faça a escolha correta, e o príncipe então aceita o acordo.

Entre as aulas de etiqueta, encontros com o príncipe, e as entrevistas, algumas garotas começam a ser eliminadas da competição e mandadas para casa, enquanto o resto segue firme no desafio de conquistar Maxon.

Mas para a surpresa de America, ela percebe que seus sentimentos pelo príncipe estão mudando conforme eles se conhecem mais, e não está disposta a abrir mão dele. Agora ela precisa correr atrás do que nunca pensou que gostaria de ter em sua vida, mas que acabara descobrindo que na verdade é tudo o que ela quer agora. O que nunca imaginara para si antes, pode ser um novo recomeço melhor do que ela imaginara.

Um dos motivos pelo qual não queria voltar para casa era que não suportaria ver Aspen sem poder tocá-lo ou beijá-lo, mas para seu terror e espanto, Aspen havia sido recrutado para ser guarda do castelo, o que consequentemente, faria com que os dois se vissem com uma frequência maior do que a desejada.

Sem saber de quem realmente se tratava, Maxon nomeara Aspen como um dos guardas particulares de America, o que a faz ficar mais confusa do que já estava. E então o inevitável acontece, e America e Aspen tem seus breves e secretos momentos juntos, quebrando todas as regras. Mas então Mare percebe que possui mais sentimentos pelo príncipe do que achara ser possível, por isso, escolhe se afastar de Aspen e ver o que é o melhor para ela, por quem seu coração bate mais forte e seu interior mais deseja.

Agora America não faz mais parte da Seleção, e sim da Elite, as últimas seis candidatas que restaram. E a competição pelo príncipe estará mais acirrada do que nunca e diferentemente do início, agora America sabe exatamente o que quer, a definitivamente não é sair da disputa pelo coração de Maxon Schreave.
“Espero que você encontre uma pessoa sem a qual não possa viver. Espero muito. E desejo que nunca precise saber como é tentar viver sem ela.”
A Seleção nos mostra o quanto contos de fadas podem ser mágicos e reais ao mesmo tempo. Nos faz perceber que mesmo uma coisa que você não queira em sua vida, pode acabar se transformando no que você mais quer. Que uma pessoa que você dizia ser egoísta e superficial, fosse na realidade um príncipe encantador, simpático e maravilhoso. Maxon e America vem para nos mostrar que diferença social, cultural e todo o resto não importa quando se existe amor.

Com certeza desde a primeira linha em que li, A Seleção de tornou um de meus livros favoritos. Me conquistou de uma maneira única e magnífica. Me fez ficar pensando horas e horas na história e nos personagens. É muito bem escrito e contêm uma narrativa leve e gostosa, que enquanto lê, parece que está flutuando. E é impossível não se apaixonar pelo príncipe Maxon, isso é um fato incontestável!
“O amor verdadeiro é geralmente o mais inconveniente.”
— Como é sua família?
— O que você quer dizer?
— Só isso mesmo. Sua família deve ser bem diferente da minha.
— Eu diria que sim — respondi entre risos. — Para começo de conversa, ninguém em casa usa coroa no café da manhã.
Maxon sorriu de novo.
— Vocês usam coroa apenas no jantar?
— Mas é claro.”

You May Also Like

6 comentários

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Oiee *_*
    Essa saga é simplesmente incrível, sem dúvida é um dos meus queridinhos, todos são bem escritos, as capas são maravilhosas, enfim o livro ao todo é muito bom.
    Um conselho, que creio que vai ser útil se você não leu ainda é claro, se prepare para os próximos, principalmente para o segundo livro da série, A Elite.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Heeeeey, Amandinha! *-*
      Eu estou simplesmente FASCINADA por essa trilogia! São muito bem escritos, a narrativa é muito gostosa! E as capas então? Gente, que perfeitas!
      Não, ainda não comecei a ler A Elite, mas irei começar agora mesmo! ahahahaha
      Obrigada pela dica, gatinha!

      Beijão!

      Excluir
  3. Aaaaaaah eu mato você!!! Nunca mais visito seu blog! Brincadeirinha... Amei Na, lindo cada palavra, cada linha! Tudo lindo!

    ResponderExcluir
  4. Essa resenha é uma das melhores...

    ResponderExcluir
  5. No começo desse livro eu torcia muito para a América ficar com o Aspen, mas junto com ela fui conhecendo e me apaixonando por Maxon haha. Acho as capas da série muito bonitas!
    Beijos

    ResponderExcluir