Tecnologia do Blogger.

Sobre nós

Editoras Parceiras

Curta nossa página

Resenha #83 - A Elite

by - sábado, janeiro 10, 2015

Nome do livro: A Elite
Autora: Kiera Cass
Editora: Seguinte
ISBN: 9788565765121
Páginas: 354
Encontre-o: Skoob | Orelha de Livro
Compre-o: Saraiva | Submarino | Americanas
“— Como é amar?
— É a coisa mais maravilhosa e terrível que pode acontecer com você. Você sabe que encontrou algo incrível e quer levá-lo para sempre consigo. E um segundo depois de ter aquilo, você fica com medo de perder.”
Sinopse: A Seleção começou com 35 garotas. Agora restam apenas seis, e a competição para ganhar o coração do príncipe Maxon está acirrada como nunca. Só uma se casará com o príncipe Maxon e será coroada princesa de Illéa. Quanto mais America se aproxima da coroa, mais se sente confusa. Os momentos que passa com Maxon parecem um conto de fadas. Quando ela está com Maxon, é arrebatada por esse novo romance de tirar o fôlego, e não consegue se imaginar com mais ninguém. Mas sempre que vê seu ex-namorado Aspen no palácio, trabalhando como guarda e se esforçando para protegê-la, ela sente que é nele que está o seu conforto, dominada pelas memórias da vida que eles planejavam ter juntos.
America precisa de mais tempo. Mas, enquanto ela está às voltas com o seu futuro, perdida em sua indecisão, o resto da Elite sabe exatamente o que quer — e ela está prestes a perder sua chance de escolher. E justo quando America tem certeza de que fez sua escolha, uma perda devastadora faz com que suas dúvidas retornem. E enquanto ela está se esforçando para decidir seu futuro, rebeldes violentos, determinados a derrubar a monarquia, estão se fortalecendo — e seus planos podem destruir as chances de qualquer final feliz.
"Mas como decidir entre duas boas opções? Como decidir se qualquer escolha deixaria parte de mim destruída?"
Nos olhos dele, vi mil finais diferentes para aquela frase. Todos me uniam a ele: ele ainda estaria à minha espera; ele me conhecia melhor que ninguém; nós éramos um; uns meses no palácio não podiam apagar dois anos. Não importa o que acontecesse, Aspen sempre estaria ao meu lado. 


Agora America não faz mais parte da Seleção, e sim da Elite, as últimas seis candidatas que restaram.

Tempo: a única coisa que America vem pedindo com bastante frequência para Maxon e Aspen. Tempo para resolver as coisas, pesar seus sentimentos e saber o que sente por cada um deles.

Conforme os dias vão passando, os ânimos vão se exaltando ainda mais dentro do palácio. A competição está mais acirrada, e a qualquer momento ela pode terminar.

Maxon dissera à America que se soubesse que ela o corresponderia totalmente, terminaria A Seleção no mesmo instante para ficar com ela, mas America continua confusa e sem saber qual decisão tomar. Ela julga Maxon por se envolver com as outras candidatas, mas ela acaba agindo da mesma forma que ele ao se envolver com Aspen, por isso acredito que ela não esteja não certa assim em cobrar algo dele. Mesmo sabendo que uma hora teria de escolher, ela também sabia que independentemente da escolha que fizesse, a outra metade de seu coração estaria partida.

Quanto mais tempo passava com o príncipe, mais tinha certeza de sua decisão. Os tempos tão preciosos com Maxon, os beijos doces, suas lindas palavras e os corações acelerados, ela sabia que não poderia e não queria perder isso de maneira alguma, mas também sabia que não tinha chance nenhuma de vencer A Seleção, e que não seria uma boa princesa. Por isso, ela acabava pensando mais em Maxon do que em Aspen, mas não sabia se ela seria boa o bastante para ele.

Então, assim como o príncipe fizera, America resolve abrir seu coração à ele e lhe contar os sentimentos que possuía por ele, e que para sua felicidade eram recíprocos. Ela estava decidida a vencer e ele estava decidido de que ela seria a sua escolhida. Mas alguns acontecimentos fazem com que ambos repensem suas decisões.

América, que antes era a “queridinha” de muitos, agora está em último lugar nas pesquisas realizadas. Sem contar que o rei é totalmente contra ela ser a escolhida para ser a nova princesa de Illea, dizendo que seus atos são baixos e condizentes com a casta de onde viera.

Depois de perder a melhor amiga, as coisas apenas pioram para America ao longo dos dias, e todas que ela pensava serem suas amigas, apenas se aproximaram para ter vantagem na competição.

Mas America está disposta a lutar até o último segundo por Maxon, começando a acreditar que poderia ser uma boa princesa, mesmo com todos os obstáculos no caminho. Maxon não parece querer eliminar mais nenhuma concorrente, mas isso será inevitável, e uma hora, apenas uma poderá restar. Agora só falta America realmente decidir com quem irá ficar e ter um futuro: com o guarda ou com o príncipe, e muitas vezes as respostas não são tão óbvias quanto parecem.

A indecisão só deixa America, quando ela quase é eliminada da competição pelo coração de Maxon. Ela agora tem toda a certeza do que quer. Ela irá lutar pelo príncipe e pela coroa com todas as forças que possui, e para isso contará com a ajuda de pessoas realmente especiais. Ela está decidida a não desapontá-lo mais de maneira alguma, para que o sentimento dele não se extinga por completo, e fazer o rei perceber o erro que cometeu ao julgá-la incapaz de ser a nova princesa de Illea.
Quando tivemos nossa primeira briga, por causa de Celeste, pensei que um pedaço de mim tinha morrido. E depois, quando Marlee se foi tão de repente, pensei a mesma coisa. Tinha certeza de que sempre que algo bloqueava o meu caminho, pedaços do meu coração se desintegravam. Mas eu estava errada. Lá, deitada no leito do hospital, meu coração se despedaçou pela primeira vez de verdade. E a dor era indescritível. 
A Elite, é sem dúvida alguma o livro mais intenso que já li em toda minha vida. Em muitos momentos precisei fechar o livro para conseguir assimilar tudo o que estava acontecendo na história. Cheguei até a dizer frases como: "Esse príncipe não vale nada", "Eu não quero mais ler esse livro", e até: "Esse rei é um filho da puta desgraçado" (sim, eu usei exatamente essas palavras, desculpem, não me contive). 
Nenhum livro nunca me fez SOFRER tanto como A Elite. Sim, sofrimento é uma palavra que define bem o que sentimos ao lê-lo. É impossível não se apaixonar por Maxon, mas também é impossível não ficar extremamente brava com as coisas que ele acaba fazendo no decorrer da leitura. Acredito que ainda antes de terminar o último livro, ainda vou passar MUITA raiva, mas espero que o final compense todo o meu sofrimento e ansiedade!
A Elite é um livro maravilhoso, onde não há como não compartilhar o sentimento da protagonista, rir com ela, chorar com ela e compartilhar de seus sonhos. Um livro intenso e encantador ao mesmo tempo! Essa trilogia facilmente me conquistou e entrou para o topo de minha lista de favoritos
“Às vezes eu acho que nós somos um nó complicado demais de desfazer.”
Tempo. Eu vinha pedindo muito tempo ultimamente. Tinha a esperança de que, se tivesse tempo suficiente, tudo ia se resolver.

You May Also Like

10 comentários

  1. Oi, Natália!
    Eu normalmente não curto romance, não sei se foi por causa da pitada de distopia que tia Kiera pôs nos livros, mas a trilogia da Seleção é uma das minha preferidas. De todos, A Elite foi o que mais me deu raiva, eu juro que tinha hora que dava vontade de gritar! kkkkkk Eu já li A Escolha e embora tenha achado bem satisfatório eu esperava mais, mas como toda fã amei e espero que goste também, esperando pela resenha.
    Abraços,
    Duda - My Little Wonderland

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Duda, tudo bem? *-*
      A Trilogia entrou pra minha lista de favoritos desde a primeira linha que li em "A Seleção", me prende de um jeito que poucos livros me prenderam até hoje! Passei muita raiva lendo A Elite, meu Deus! Eu não consigo me controlar, e gritava mesmo ahahahahahaha minha mãe ainda me chama de louca! :O
      Espero gostar do último livro também, estou ansiosa! Já comecei a ler e o começo foi bem satisfatório para mim! *0*

      Beijos <3

      Excluir
  2. Oi Natalia, tudo bem?

    Eu não esperava gostar nenhum pouco dessa trilogia, mas acabei adorando. Kiera é incrível, né? A Elite é meu 2° livro preferido da série. Nele a Celeste está impossível e muito top (hehehe). Beijo!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Gabriel, tudo ótimo e você?

      Eu desde sempre quis ler essa trilogia, mas só agora estou tendo a oportunidade! Estou mega apaixonada! Kiera é totalmente incrível, com certeza! Tenho tanto ódio da Celeste, meu Deus! ahahahahahaha

      Beijo <3

      Excluir
  3. Estou muuuito louca para ler essa série, espero fazer isso ainda esse ano! E ameeei seu blog, muito fofo e claro (sim, sou nova por aqui :D). Estou animada para ver outros posts!!

    http://livingforharry.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seja bem-vinda, gatinhaaaaaa! *-*
      Meu deus, eu estou totalmente sem palavras para expressar o quanto essa série mexeu comigo! Ela é MUITO, mas muito maravilhosa mesmo! Recomendo totalmente!
      Fico muito feliz de que tenha gostado do blog, de verdade! Muito obrigada!
      Volte sempre, Adriele!

      Beijão! <3

      Excluir
  4. Esse foi um dos livros que mais falei palavras feias, chorei, me desesperei e entre outras coisas foi o que tornou esse livro muito bom, Kiera é simplesmente uma escritora maravilhosa, estou ansiosa para os próximos livros. Que Deus me ajude, rsrsrsrsrs!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu estou totalmente apaixonada pela Kiera! Que história incrível ela conseguiu criar, meu Deus! E compartilho da sua experiência de falar muitos palavrões, chorar e me desesperar. Tinha horas que eu simplesmente fechava o livro e tentava deixá-lo de lado para me acalmar antes de continuar, mas era totalmente impossível!
      Estou muito ansiosa pro lançamento de "A Herdeira" em Maio! Chegue logo, por favor! ahahahaha

      Beijo! <3

      Excluir
  5. Apesar de não ser um dos meus preferidos da série, ele continua sendo especial, a sua maneira....

    ResponderExcluir
  6. Acho que quem é fã da série sofreu com esse livro. Teve momentos que eu deixei de gostar da América e outros do Maxon. Realmente é um livro muito intenso
    Beijos

    ResponderExcluir