Tecnologia do Blogger.

Sobre nós

Editoras Parceiras

Curta nossa página

Resenha #78 - Insurgente

by - sábado, dezembro 27, 2014

Nome do livro: Insurgente
Autora: Veronica Roth
Editora: Rocco
ISBN: 9788579801556
Páginas: 509
Encontre-o: Skoob | Orelha de Livro
Compre-o: Saraiva | Submarino | Americanas
“O mal depende do ponto de vista de quem o vê.” 

Sinopse: Na Chicago futurista criada por Veronica Roth em Divergente, as facções estão desmoronando. E Beatrice Prior tem que arcar com as consequências de suas escolhas. Em Insurgente, a jovem Tris tenta salvar aqueles que ama - e a própria vida – enquanto lida com questões como mágoa e perdão, identidade e lealdade, política e amor.

"Estou quase com medo dele. Não sei o que dizer quando vejo seu lado desequilibrado, e ele está presente agora, borbulhando sob a superfície das suas ações, como às vezes acontece com meu lado cruel. Ambos travamos uma guerra dentro de nós. Às vezes, isso nos mantém vivos. Outras vezes, ameaça nos destruir."

  “A tristeza não é tão pesada quanto a culpa, mas rouba mais de nós.”

“Às vezes a tristeza não faz muito sentido.”

 Veronica Roth sem dúvidas, acaba de lançar "Divergente" à outro nível, depois de Insurgente!

Depois da Erudição ter decretado guerra ao querer assumir o governo da cidade, grande parte dos membros da Abnegação que restaram, incluindo Marcus – o líder, – Tris e Quatro da Audácia, acabaram se refugiando na sede da Amizade, onde eles estavam em “campo neutro” e decidiram não partir para nenhum dos lados nessa batalha. Mas as regras da Amizade ao aceita-los foram claras: Nada de armas ou conflitos, sejam eles físicos ou verbais, e não deverão ser discutidos nem em modo privado, e por último, deverão ajudar a contribuir com a paz do local e trabalharem nos campos ajudando os outros membros. Como os membros da Audácia – Tris, Quatro e Peter – não são de esconder o que sentem ou evitar conflitos, já sabem desde já que não conseguirão aguentar muito tempo vivendo sob as regras da Amizade. Mas para qual lugar iriam agora que são como os sem-facção?

Claro que os membros da Audácia não conseguem manter a paz tão prezada pela Amizade e acabam se envolvendo em conflitos e brigas, sendo assim convidados à se retirar da sede da Amizade, e assim, tendo que procurar outro lugar para ficarem. Mas antes de irem embora, membros da Erudição e da Audácia chegam ao complexo da Amizade em busca de Tris, Quatro, Peter, Caleb e vários outros membros da Abnegação. Depois de muito trabalho Tris, Quatro, Caleb e Susan conseguem fugir sem saber nada a respeito do que acontecera aos outros, já que haviam se separado.

Ao procurar um lugar para se esconderem, acabam embarcando no trem da Audácia, e o que encontram lá dentro é surpreendente. Dezenas dos sem-facção estão agora utilizando o trem para se locomover, e após conseguirem convencê-los de que estão fugindo da Erudição, os sem-facção deixam os quatro no trem e os levam ao seu esconderijo. Lá, Quatro encontra sua mãe, Evelyn, que é como uma líder, e que quer convencê-lo a ajuda-los à derrubar a Erudição para que possam tomar o governo e excluir o sistema das facções. Para alguns a ideia parece ser positiva, mas outros discordam. Como viver de uma maneira onde ninguém sabe qual é o seu lugar, todos misturados, quando desde criança você aprende a agir de acordo com sua facção?

Depois de sair do abrigo dos sem-facção, Tris e Quatro vão para a sede da Franqueza, onde a outra metade da Audácia está ficando atualmente. A Audácia se dividira em dois, os traidores, que agora estão com a Erudição, e os fiéis que ainda acreditam na Audácia como facção, que estão alojados no complexo da Franqueza. Depois de a metade “podre” da Audácia invadir a sede e atacar a Franqueza e a outra metade da Audácia apenas para descobrir quem eram os Divergentes, e implantar em todos um transmissor de longa duração, onde é possível realizar mais de uma simulação, as coisas estão mais caóticas do que nunca.

Agora que o líder da Franqueza decretou que eles não participarão de uma batalha contra a metade da Audácia que se encontra com a Erudição, a única saída será se aliar ao sem-facção, já que estão em maior número tanto de pessoas quanto de Divergentes.

Depois de Max e Jack Kang se reunirem e ele estabelecer regras para que a Franqueza não seja destruída, os membros restantes da Audácia saem de lá, e voltam para sua própria sede, tampando assim as câmeras de segurança para que a Erudição não possa vigiá-los.

A Erudição agora possui um novo plano. A cada dois dias eles ativarão uma simulação e pessoas morrerão, ao menos que um Divergente se entregue à eles. Então Tris toma a decisão de não deixar que isso volte a acontecer, se entregando assim à Erudição.

Depois de Tris se entregar, Quatro resolve fazer o mesmo, mas apenas para poder dizer à Tris para aguentar firme porque eles têm um plano. Jeanine realiza diversos testes em Tris, para entender como funciona seu cérebro, e poder fazer um soro não imune aos Divergentes.

Depois de uma ajuda inesperada para fugir, eles se escondem na Abnegação, enquanto planejam derrubar a Erudição e destruir todos os computadores, e consequentemente, o conhecimento que acumularam todos esses anos. Mas depois de saber de Marcus que a Erudição possui uma informação que deve ser divulgada à todos e não destruída, Tris tem uma decisão importante a tomar. Ficar do lado de Tobias e ajudar na destruição da Erudição, ou ajudar Marcus a tornar essa informação pública e perder o amor de sua vida de uma vez por todas? 

Traições jamais esperadas acontecerão, o amor de Tris e Tobias será posto à prova, Tris descobrirá como a culpa te faz agir de maneira imprudente, e depois de tudo isso, você ainda descobrirá que vale a pena lutar pela sua vida e que se entregar, não é uma opção! Com um final surpreendente e de tirar o fôlego, Insurgente nos trás a tão aguardada continuação de Divergente. 

“Descobri que as pessoas são compostas de camadas e mais camadas de segredos. Você pode achar que as conhece, que as entende, mas seus motivos estão sempre ocultos, enterrados em seus próprios corações. Você nunca as conhecerá de verdade, mas ás vezes decide confiar nelas.”
Um livro com final totalmente inesperado que nos surpreende até a última linha. Com uma narrativa forte que nos prende e não nos deixa largar o livro um segundo! É totalmente viciante! Depois dos conflitos em Divergente, Insurgente nos trás todas as consequências e o sentimento de culpa de Tris. Com uma protagonista forte e que corre atrás do que realmente acredita, Tris nos mostra que a Audácia, assim como a Erudição e a Abnegação, realmente corre por suas veias. Incrível o dom da Veronica de descrever as cenas tão detalhadamente, que conseguimos visualizá-las tão facilmente que parece que já a vimos muitas e muitas vezes. Algumas coisas começam a fazer sentido e serem amarradas.
“Sou dele, ele é meu, e sempre foi assim.
Ele me encara. Espero, agarrada aos seus braços para me equilibrar, enquanto ele pensa no que responder.
Ele franze a testa ao olhar para mim.
— Fala outra vez.
— Tobias, eu te amo.”
 “Sinto uma pontada de saudade de como as coisas costumavam ser.” 

You May Also Like

5 comentários

  1. Hey!
    Eu preciso muito muito ler Insurgente!!
    Vejo muitas resenhas positivas sobre esse livro, e creio que ele seja tão bom quanto Divergente!
    Adorei a sua resenha :) Ficou muito boa!

    Beijos!
    http://heartbreaker-girls.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Se você leu Divergente, vai amar Insurgente! Muitas pessoas dizem que não gostaram, mas eu acho que o segundo livro deu um "UP" na história. Muito bom mesmo!
      Muito obrigada, lindeza! <3
      Volte sempre! *-*

      Beijos!

      Excluir
  2. Oie!!!!!!
    Preciso muito dessa saga, socorro meu Deus rsrsrsrsrs...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito perfeita! ahahahahaha
      Sempre tive muita vontade de ler, mas depois do filme aumentou demais! ahahah

      Beijo!

      Excluir
  3. Esse ano eu compro essa saga, nem que eu tenha que abrir minha falência mais eu compro...

    ResponderExcluir