Tecnologia do Blogger.

Sobre nós

Editoras Parceiras

Curta nossa página

Resenha #76 - A Aposta

by - quinta-feira, dezembro 18, 2014

Nome do livro: A Aposta
Autora: Rachel Van Dyken
Editora: Suma de Letras
ISBN: 9788581052205
Páginas: 286
Encontre-o: Skoob | Orelha de Livro
Compre-o: Saraiva | Submarino | Americanas

Se Jake era devastador, Travis entorpecia a mente. De agora em diante, os dois não deveriam ter permissão para sorrir. Nunca. Não era justo com a população feminina nem com os níveis de oxigênio na maldita casa da árvore.

Sinopse: "Eu tenho uma proposta para você". Kacey deveria ter fugido assim que ouviu essas palavras do milionário Jake Titus. O amigo de infância que Kacey não via há anos é hoje um dos homens mais poderosos e cobiçados de Seattle. E ele precisa de um favor dela: que ela finja ser sua noiva em uma viagem para visitar a avó Nadine, que está muito doente. Kacey aceita sem hesitar, afinal, o que poderia acontecer em apenas quatro dias? Mas o que ela não esperava era reencontrar Travis, o irmão mais velho de Jake, Quando mais novo, ele adorava perturbar Kacey: já incendiou uma boneca, colocou uma cobra em seu saco de dormir. Por isso, recebeu dela o apelido de “Satã”. Mas depois de tantos anos, Kacey se vê diante de um homem lindo, por quem se apaixona no momento em que vê o seu sorriso. O que ela não sabe, no entanto, é que os dois irmãos haviam feito uma aposta quando eram meninos: quem se casasse com Kacey receberia um milhão de dólares. Em “A Aposta”, da autora best-seller do New York Times Rachel Van Dyken, Kacey terá que descobrir qual dos irmãos é o cara certo e fazer sua escolha. Essa é a única certeza que lhe resta.

Eles resmungaram ao mesmo tempo e, de repente, ela teve uma sensação esquisita de déjà-vu, como se estivesse de volta ao ensino médio, jantando na casa de Jake. Travis sempre andava com eles, mas ficava em silêncio na maior parte do tempo., pensando em novas maneiras de torturá-la. Mas, hoje à noite, as coisas tinham mudado. Jake era o ridículo que ela rezava para cair da árvore, e Travis, bem... Ela olhou de novo nos olhos dele. Eram aconchegantes, gentis, com um toque de algo a mais, mas Kacey não era idiota de achar que parecia desejo. Não tinha bebido tanta tequila. Ela afastou o pensamento e pegou a mão a Travis enquanto ele a ajudava a descer.



- Se é isso que você quer. - Ele olhou de novo para o chão e xingou, passando a mão no cabelo volumoso. - Você vai se machucar, e sabe disso, né?
Kacey suspirou.
- Vou me machucar de qualquer maneira, Travis. Só depende de a qual irmão vou dar essa oportunidade, não acha?
Ele ficou calado.
Era a resposta que ela precisava.
Fazendo que sim com a cabeça, ela virou na direção oposta e voltou a correr. Lágrimas ameaçaram escorrer pelo seu rosto. Mas por quem? Por Travis? Por Jake? Ela não sentia nada por Jake! Ele era um canalha egoísta, mas Travis? Travis podia ser uma possibilidade. Ou não? 


- Vocês dois ainda se falam?
Travis desviou o olhar.
- Eu e Jake? A resposta seria um não sonoro. Este fim de semana é a primeira vez que passamos mais do que um dia juntos em anos.
- Por quê?
Por sua causa. Porque eu te amo. Porque ele é um bundão. 

Quando crianças, os irmãos Titus - Travis e Jake, - viviam disputando a atenção de Kacey, e fizeram entre si uma aposta de quem casaria com ela no futuro. Kacey odiava Travis, o irmão mais velho, por viver sempre aprontando com ela, - colocando fogo em sua boneca, uma cobra em seu saco de dormir e amarrara os cadarços de seus tênis para que ela caísse.

Agora, aos 21 anos, Jake é o milionário mais desejado de Seattle. Com um rosto de astro de cinema e atitude arrogante, mesmo depois de tudo que fizera a Kace - os dois namoraram no ensino médio, terminando o relacionamento logo depois, e na faculdade, Jake à levou para cama e nunca mais voltou a falar com ela - ele ainda tem nas mãos o frágil coração de Kacey.

Como sua situação na mídia estava complicada devido a recentes boatos de seu envolvimento com strippers, ele recorre à Kecey, sem bem saber o porquê de ter pensado nela, e lhe pede um favor: ela deverá voltar com ele para Portland - cidade de seus pais e de sua avó - e fingirem que estão noivos, para poder finalmente limpar sua tão estimada imagem,e em troca, ele pagará os empréstimos estudantis dela, já que todo o seu dinheiro já havia acabado. Falando também que sua avó Nadine, também considerada por Kacey como uma avó, estava muito mal de saúde, finalmente consegue convencê-la a aceitar este plano maluco.

Kace prometera à si mesma e também à melhor amiga, que durante o feriado que passaria fingindo ser a noiva de Jake, não o deixaria chegar muito perto de si, tocá-la e principalmente beijá-la, pois se não, todos os sentimentos ocultos, voltariam com força total.

Travis, apesar de invocar tanto com Kace, sempre protegia suas loucuras e do irmão, levando a culpa por tudo. Mas quando descobrira que o irmão terminara com a única menina que ele dizia ser perfeita, disse que nunca o perdoaria. Se Jake não soubesse de sua implicância com Kacey, juraria que ele tinha uma quedinha por ela.

Depois de Jake contar seu plano para Travis, o irmão mais velho deixara bem claro que não concordava com a ideia de Jake, e que todos acabariam descobrindo. Até hoje Kace ainda mexe com Jake, mas ele acredita ter feito a escolha certa em abandoná-la, por pensar que mesmo que ela fosse a única mulher pelo qual ele poderia se apaixonar, ela acabaria com o coração partido por ter altas expectativas sobre ele, e que na verdade ele não era bom o bastante para ela.

Ao chegar na casa da família, logo de cara os pais de Jake propõem que eles se casem lá mesmo, e supõem que a pressa para isso, seja que Kace está grávida. Sem ter como falar a verdade, eles se afundam mais em suas mentiras a cada segundo.

Diferentemente de quando eram crianças, Kace agora gostava mais da presença de Travis do que de Jake. Travis a tratava bem, conversava com ela, sem contar que se tornara um tremendo gato, com seu corpo escultural e sorriso que derreteria fácil um bloco de gelo. Diferente de Jake, que na maior parte do tempo ligava apenas para seu trabalho. Ele tinha uma "quase namorada" em Seattle, Samantha, e quando ela ameaça contar à imprensa que o noivado era falso, ele imediatamente à convida para ir até a cidade onde estava. Mesmo sabendo que ninguém poderia vê-los juntos, já que ele supostamente estava noivo, ele se arrisca mesmo assim e durante as noites sai para vê-la.

A atração que Kacey e Travis sentem um pelo outro, aumenta mais a cada dia, ficando assim praticamente impossível não se deixar levar por ela. Vovó Nadine é com toda a certeza do mundo a vovó mais foda de todos os livros que já li até hoje. A verdadeira razão por ter implorado para que Kace fosse para casa, era para ela enfrentar os seus velhos medos, e nisso ela terá toda a ajuda de que precisar. Vovó Nadine além de ser totalmente mais esperta do que o resto da família, é a mais generosa, a mais engraçada, cheia de vida e com boas intenções. Ela é maravilhosa!

Travis é o irmão divertido, que se preocupa com Kace e não perde uma oportunidade de ficar perto dela. Jake é o irmão mais responsável, que só pensa em trabalho e não liga em ficar perto de Kace. Ela nutre sentimentos pelos dois, já que Jake era seu melhor amigo e seu primeiro amor. Mas muitas coisas estão destinadas a mudar e ser diferentes. Sentimentos, opiniões, e até as pessoas, mudam. Agora Kace precisa realmente se decidir qual caminho tomar para conquistar sua verdadeira felicidade. Qual dos dois irmãos é o melhor para ela?

Bem, ela tinha muito em que pensar, e era tudo por causa de Travis.
O garotinho bobo que a perseguia na casa da árvore.
O mesmo que jogava pedras nela e puxava seu rabo de cavalo.
E ela estava desesperadamente apaixonada por ele. 

Este livro me encantou de uma tal forma, que é impossível descrever, sério! Tenho lido muitos livros bons ultimamente, mas este realmente ganhou meu coração na primeira página. Um livro encantador, que te faz rir (muito), suspirar, chorar, e sinceramente até soltar alguns palavrões. Dizer que eu amei o livro, não define nem o começo de meu sentimento por ele. Apenas quem o lê entende realmente o que estou dizendo. Travis e Jake, dois irmãos totalmente diferentes que querem ganhar a mesma garota. Mas entre reviravoltas, O que Kacey nunca imaginou, acontece. Maravilhoso! Sem contar a Vovó Nadine! Que vovó mais maravilhosa, meu Deus! Simplesmente apaixonada! Recomendo com todas as letras. Um livro maravilhoso para se ler nas férias.

- Onde você esteve em toda a minha vida? - Perguntou ela com os olhos cheios d'água.
- Em casa. - respondeu Travis com um toque de seriedade na voz. - Estive em casa, esperando por você.

You May Also Like

4 comentários

  1. Parece ser um bom livro, mas não sei se leria ele parece ser previsível e não gosto de livros assim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mesmo sendo previsível, é a coisa mais linda do mundo! Acredite!
      Estou apaixonada por ele até agora! ahahahaha

      Beijos <3

      Excluir
  2. Esse dias eu encontrei ele no Americana, tava tão barato pena que não tinha dinheiro na hora, se não eu comprava );

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bom?
    Esse livro parece ser bem do estilo que me agrada. Comprei ele por causa dessa resenha =)
    Beijos

    ResponderExcluir