Tecnologia do Blogger.

Sobre nós

Editoras Parceiras

Curta nossa página

Resenha #17 - Acima de tudo o amor

by - quarta-feira, março 13, 2013

Nome do livro: Acima de tudo o amor
Autor: Henrique Prata
Editora: Gente
ISBN: 9788573128130
Páginas: 269
Lançamento: 2012

Sinopse: O fazendeiro que abraçou a medicina. Um dia, em 1962, um casal de médicos fundou um pequeno hospital na cidade de Barretos com um forte ideal: fazer um atendimento humanizado, qualitativo e gratuito para os mais carentes. Depois de observar a dificuldade de inúmeros pacientes com câncer em conseguir tratamento em centros especializados, o fundador, Dr. Paulo Prata, transformou-o no Hospital de Câncer de Barretos (HCB). Em 1989, subsistindo com recursos públicos e algumas doações, o hospital estava deficitário, a ponto de fechar as portas. Um episódio mudou tudo: o filho do casal, Henrique Prata, fazendeiro que nunca cursou medicina, ao viver uma experiência de fé, resolveu abraçar a obra de seu pai e servir a Deus desse modo. Enfrentou muitas dificuldades, mas conseguiu, com a ajuda de doações de empresários, fazendeiros, artistas conhecidos, cantores famosos e personalidades públicas, manter o hospital funcionando. Mas não só. Hoje, 50 anos após sua fundação, com 107 mil m2 de área, fazendo cerca de cem mil atendimentos gratuitos por ano, o HCB se transformou em um dos maiores centros de excelência do mundo no tratamento e pesquisa de câncer, reconhecido e premiado internacionalmente. Neste livro, você vai conhecer as incríveis histórias que acontecem todos os dias – verdadeiros milagres – que permitem que este trabalho valioso continue sendo feito. Como o custo operacional mensal excede as receitas públicas destinadas à obra, é o apoio incondicional de pessoas do bem que faz com que as portas permaneçam abertas. O autor narra como venceu barreiras e tornou o impossível possível, encontrando verdadeiros anjos de solidariedade que o ajudam a prosseguir nesse caminho de fé e amor dedicado ao próximo.


Oi meu amores, como estão? Bom, a resenha de hoje, é do livro "Acima de tudo o amor" que recebi da Editora Gente, e simplesmente adorei. Ele conta a história do hospital de Câncer de Barretos (HCB) um dos maiores e mais famosos do mundo por seu tratamento tão humanizado.

Em 1962, o doutor Paulo Prata, um médico humanista iniciou a obra do Hospital São Judas Tadeu, que inicialmente seria um hospital para atendimento geral, tornando-se desde o início, referência por oferecer uma medicina de alto nível. Sua mulher, Scylla, também médica, abraçou a ideia junto ao marido. Porém eles notaram que os doentes que chegavam lá com câncer  tinham que ser encaminhados para São Paulo, para um melhor tratamento, mas a grande parte acabava voltando mesmo sem terem sido atendidos. Em 1967, Paulo Prata direcionou o hospital para tratar do câncer  o primeiro desse gênero no interior do estado de São Paulo. Anos depois, o hospital passou a se chamar Fundação Pio XII, o que facilitava o processo de captação de recursos financeiros que mantinha-o funcionando. Todos os médicos trabalhavam com dedicação exclusiva, dedicando seu tempo igualmente seu tempo entre todos os pacientes.
Já naquele tempo, a medicina pública no país já era vergonhosa e o hospital vivia constantemente com problemas operacionais e financeiros. Para sustentar o hospital, Paulo vivia buscando verbas do Fundo Social do Governo, da Caixa Econômica  e só encontrava roubalheiras e propostas indecorosas. Ele tinha um projeto honesto e precisava de financiamento para melhorar a qualidade no tratamento do câncer  Contudo, no inicio ele só conseguia praticar uma medicina assistencialista. Quando não podia pagar,vivia uma humilhação enorme. Doía ver aquele homem , profissional competente com tanto amor pelo que fazia, não conseguir administrar a parte financeira.
Henrique, filho de Paulo Prata, era muito ligado ao avô materno e muito interessado em aprender com ele tudo o que sabia sobre fazendas, onde ele criava gado e plantava, mas Henrique era um garoto muito ambicioso, e queria chegar o mais longe possível, não importando o que tinha que fazer para chegar lá.Somente quando seu pai teve um infarto, é que Henrique acabou aceitando. Mas por tempo limitado, somente até seu pai sair do hospital.
Um dia, Dom Antonio chamou Henrique para conversar e o pediu que assumisse definitivamente a  administração do hospital, ajudando seu pai, já que há três meses os funcionários estavam sem pagamento. E para ajudar seu pai a não ter toda a sua reputação e seu nome jogados no lixo, ele aceitou e marcou uma reunião com a família. O combinado, era de que Henrique assumiria o hospital até quitarem todas as dívidas , então o fechariam e venderiam. Dr. José Elias, um médico que veio de São Paulo, foi quem mais o ajudou a conseguir normalizar a situação do hospital, dando-lhe todo o apoio necessário, já que Henrique só entendia de bois, curral e fazenda, mas ele agia com o coração, o que o tornava diferente das outras pessoas, e acaba sendo um excelente administrador do hospital. A dívida de seu pai era tão grande que nem vendendo todo o gado que possuía seria capaz de pagar toda a dívida. Para conseguir apoio dos bancos, Henrique já chegava falando que queria 50% de desconto, pois como todos sabiam, ele era um rico fazendeiro e dono de quatro mil cabeças de bois. Ele continuou lutando para tirar o nome do pai da lama, enquanto Paulo Prata já nem acreditava mais em si mesmo.
No começo, Henrique começou vendo como cada setor do hospital funcionava, para só depois dar sua opinião. Colocou em prática tudo que seu avô lhe ensinou e não permitia que houvesse desperdício de nada. A única coisa que não mudou no hospital, foram os remédios importados que eram muito mais caros que os nacionais, mas como seu pai mesmo sabia, os nacionais eram falsificados, e de nada adiantaria se o paciente não ficasse realmente curado.
Depois de sete meses, Henrique fez o que todos teriam dito ser impossível, quitou todas as dívidas do hospital, e finalmente em 30 dias estaria tudo pronto para a fecharem.
Um acontecimento, acabou mudando Henrique de rumo, e o sonho que antes era apenas de seu pai, passou também a ser seu. Juntos, batalharam e davam sua vidas pelo hospital. Foi difícil, realmente muito difícil, mas quando está nos planos de Deus e Ele está ao seu lado, você consegue passar por todos os obstáculos. O fazendeiro que começou sua administração pedindo doações aos fazendeiros da região, e mais pra frente aos cantores sertanejos, é o responsável pelo crescimento do hospital, que hoje tem cerca de 107mil m². O hospital é formado por pavilhões, cada pavilhão trata de uma especialidade, e tem o nome de algum famoso que ajudou na construção, como por exemplo Xitãozinho e Xororó, Sandy e Júnior, Xuxa, Gian e Giovanni entre muitos outros. O cantor Chorão, recém falecido, também teve parte nisso tudo.

Eu, como leigo, praticamente tinha mais chance de salvar vidas do que ele como médico.

Acima de tudo o amor, é um livro espetacular, que chama a atenção, porque o "nascimento" do HCB foi verdadeiramente um milagre. Eu adorei o livro, porque pude conhecer toda a história do hospital. Eu já estive lá acompanhando meu avô, e posso dizer que o atendimento de lá é totalmente diferente dos outros, porque os médicos se dedicam como ninguém, têm um tratamento muito humanizado. O hospital é enorme, como evem ter percebido, e uma coisa que achei muito bacana, é que o Dr. Paulo Prata, está enterrado nos jardins do hospital, todos que vão lá, podem visitá-lo, é realmente muito legal. A diagramação do livro é ótima, não encontrei nenhum erro de digitação, e a capa, eu achei linda. Até minha mãe  e meu pai que não são muito de ler, querem ler este livro. Obrigada Editora Gente, por terem me dado a oportunidade de ler esse livro incrível. 

Henrique, o capeta é isso aqui, ó! Demônio é o dinheiro, que destrói família  laços de amizade, sangue, destrói tudo. Tem um poder maior que todos os poderes, só não maior que o poder de Deus, que é amor.

You May Also Like

5 comentários

  1. Oiê, que lindo que tá o novo layout do blog!
    Gostei da sua resenha, um ótimo livro.
    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. aaaaa obrigada linda *O*
    Eu amei esse layout também :9 UAHSUASHUAS'

    ResponderExcluir
  3. Ai, que história linda. Só de ler a resenha eu estou quase chorando!
    Vou correndo para a livraria mais próxima comprar esse livro! - E se ele não estiver à venda lá procuro em outra e outra e outra até achar.
    Preciso ler esse livro urgente!!

    ResponderExcluir
  4. Deve ser ótimo,mas acho que não leeria..

    ResponderExcluir