Tecnologia do Blogger.

Sobre nós

Editoras Parceiras

Curta nossa página

Resenha #187 - A Caminho do Altar

by - sábado, fevereiro 04, 2017

Livro: A Caminho do Altar
Autor: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Páginas: 317

"Ao contrário da maioria dos homens Gregory Bridgerton acreditava no amor verdadeiro.E seria um tolo se não acreditasse."

Sinopse: Ao contrário da maioria de seus amigos, Gregory Bridgerton sempre acreditou no amor. Não podia ser diferente: seus pais se adoravam e seus sete irmãos se casaram apaixonados. Por isso, o jovem tem certeza de que também encontrará a mulher que foi feita para ele e que a reconhecerá assim que a vir. E é exatamente isso que acontece. O problema é que Hermione Watson está encantada por outro homem e não lhe dá a menor atenção. Para sorte de Gregory, porém, Lucinda Abernathy considera o pretendente da melhor amiga um péssimo partido e se oferece para ajudar o romântico Bridgerton a conquistá-la. Mas tudo começa a mudar quando quem se apaixona por ele é Lucy, que já foi prometida pelo tio a um homem que mal conhece. Agora, será que Gregory perceberá a tempo que ela, com seu humor inteligente e seu sorriso luminoso, é a mulher ideal para ele? A caminho do altar, oitavo livro da série Os Bridgertons, é uma história sobre encontros, desencontros e esperança no amor. De forma leve e revigorante, Julia Quinn nos mostra que tudo o que imaginamos sobre paixão à primeira vista é verdade – só precisamos saber onde buscá-la.

"O amor existia. Estava bem ali, no ar, no vento, na água. só era preciso esperá-lo.Cuidar dele.Lutar por ele."




Cheguei ao fim série com dor no coração, na verdade temos um livro extra com contos, mas esse é o ultimo que narra o romance de um dos irmãos divertidos e inesquecíveis. O últimos dos Bridgertons não poderia ter sido menos maravilhoso do que Gregory. A Caminho do Altar é um dos meus livros favoritos dentre todos e ele tem um lugar muito especial com personagens tão fortes e leves ao mesmo tempo. A autora soube tratar os irmãos mais novos com delicadeza e me fez gostar mais deles do que de alguns anteriores. Com diálogos entre familiares e entre o casal protagonista que fizeram meu coração rir e se emocionar.

“Ele a beijou com tudo o que tinha, com todo seu fôlego, com cada batida de seu coração. Seus lábios encontraram seu rosto, sua testa, suas orelhas, e durante todo o tempo, ele sussurrou seu nome como uma oração. Ele a queria. Ele precisava dela.”

Nesse livro temos Gregory, o mais novo dos irmãos Bridgertons, que acredita no amor mas não sabe bem como ele vai acontecer em sua vida. Depois de estar em todos os sete casamentos de seus irmãos, ele acredita que logo será sua vez, mas para isso o amor precisa acontecer em sua vida. E isso acontece de fato, mas não como o nosso protagonista pensou que seria. Quando vê a nuca da jovem Herminione Watson ele se sente anestesiado e com todos os sintomas do amor, a partir dai segue em uma verdadeira missão para conquistar o coração de sua amada.

Mas no meio do caminho Gregory conta com a melhor amiga da jovem, Lucinda Abernathy, que por acaso já está prometida em casamento e nem será apresentada a sociedade, ela que por sua vez  se mostra disponível a ajudá-lo a conquista Herminione. Decidido a ter seu final feliz ao lado da deslumbrante senhorita Watson, Gregory fica obstinado á alcançar seu objetivo. Mas no longo caminhos que percorre nosso protagonista vive diversas situações que acabam levando ele a enxergar um novo amor que não esperava que estivesse tão embaixo do seu nariz.

'Ele simplesmente queria que ela fosse dele. Ele queria olhar para ela e saber. Saber que ela carregaria seu nome e teria os seus filhos e olharia apaixonadamente para ele todas as manhãs sobre uma xícara de chocolate quente."

O livro começa dando dicas do final, mas fiz muito para chegar até ele. Porque a hist´ria é tão boa que deu pena de saber que estava acabando. Gregory tem elementos distintos que o tornaram um dos melhores irmão até agora. A autora soube introduzir Hyacinth, irmão mais nova dele, de forma impecável na trama, com diálogos e confusões tipicas de irmão que se amam e se torturam por puro prazer. Além disso, temos a presença da Matriarca dos Bridgettons e de um personagem bem famosos e que não via a alguns livros, Colin. Além de Anthony e Kate logo no inicio de toda a trama.Foi divertidíssimo ver como os irmão meso depois de algum tempo continuam tão originais e jovens.
O final foi mais do que surpreendente e o epilogo muito fofo. Gregory enfim descobriu o amor e aprendeu que ele chega quando menos se espera e se propõem a te-lo. Mas que no fim da jornada é incrível ter sua própria família e uma casa bem cheia de crianças correndo.



You May Also Like

0 comentários