Tecnologia do Blogger.

Sobre nós

Editoras Parceiras

Curta nossa página

Resenha #118 - A Herdeira.

by - quarta-feira, junho 17, 2015

Livro:A Herdeira
Autora: Kiera Cass
Editora: Seguinte
Páginas:391

"Contudo , há uma coisa que consegui fazer em sete minutos que a maioria das pessoas consideraria bem impressionante : me tornar rainha."

Sinopse:Quando Maxon Schreave e America Singer tornaram-se rei e rainha de Illéa, a primeira medida que decretaram foi abolir as castas de maneira gradual, para que a sociedade pudesse se adaptar a uma nova configuração, agora muito mais justa , sem os rótulos que limitavam as opções de educação e de trabalho de cada um.
Os primeiros anos de governo também foram muito felizes no âmbito familiar, com o nascimento dos gêmeos Eadlyn e Ahren , seguidos pelos filhos Kaden e Osten.Por ser a primogênita, desde pequena Eadlyn recebeu treinamento para um dia continuar o legado do pai , e logo desenvolveu uma personalidade de líder:racional,autônoma e decidida.
Anos depois , a expectativa era de que a situação política do país já estivesse estabilizada e tranquila, para que em breve Eadlyn pudesse assumir o governo sem grandes transtornos. Mas não foi nada disso que aconteceu. Na prática, as pessoas ainda sofrem preconceito por causa da casta a que sua família costumava pertencer. Frente  a essa nova discriminação , revoltas passam a eclodir por toda a parte, resultando em mortos e desaparecidos. Pela primeira vez desde o fim dos ataques rebeldes, a imagem da monarquia começa a ser abalada.
Enquanto não descobre uma solução definitiva para o problema , a família real precisa de uma distração para evitar que tudo saia do controle.É assim que Eadlyn se vê obrigada a participar de algo que jamais pensou que vivenciaria : sua própria Seleção.
Jovens pretendentes de todo o país mandam inscrições, e logo os trinta e cinco concorrentes são sorteados .Eadlyn quer eliminar todos eles o mais rápido possível, para que possa seguir seu caminho sem nenhum marido desnecessário ao seu lado.Para isso , seu plano é mostrar-se fria e calculista , para assustar os Selecionados e mantê-los bem longe de sua vida pessoal.Porém, logo alguns deles começam a mexer com suas emoções, expondo dificuldades que ela não sabia ter e provocando sensações que jamais pensou ser capaz de sentir...



"- Tenho dezoito anos . Meus genes estão programados para brigar com meus pais."

Antes de você começar a ler essa resenha preciso lhe avisar que : contem SPOILERS.
Se você ainda não leu A Seleção,A Elite e A Escolha, não leia esta resenha, pois o livro é a continuação da história podemos assim dizer.


"...Você precisa viver um romance pelo menos uma vez na vida."


Depois de acompanhar o conto de fadas vivido por América e Maxon , chegou a vez de sabermos como o futuro reservou muitas surpresas para nosso casal amado.em A Herdeira podemos conhecer muito mais do futuro deles juntos, notar como o tempo provocou mudanças em nossos personagens e conhecer, principalmente, os filhos desse casal, afinal a história é sobre a Seleção de Eadlyn.

"- Exatamente . Só tenho um coração , e quero poupá-lo para a pessoa certa."

Maxon e America se casaram e A Escolha e se tornaram rei e rainha de Illéa, tiveram 4 filhos, sendo que os dois primeiros foram os gêmeos Eadlyn e Ahren , ela nasceu 7 minutos antes do irmão e automaticamente se tornou a herdeira do trono.Tiveram também outros dois garotos, Kaden e Osten.

"- Não sei se alguém sabe o que procura até encontrar."

PAUSA: Achei super criativo o nome dos filhos deles e eu acho que o Ahren é a cópia do Maxon por todos os motivos possíveis, juro que imaginai os dois muito idênticos.

"- De todas as coisas que imaginei que aconteceriam quando você leu meu nome naquele dia , te beijar definitivamente não era uma delas."

América e Maxon realmente construirão uma família linda e feliz,eu fiquei feliz por isso.Mesmo depois de 20 anos alguns personagens ainda moram no palácio , como Aspen , Lucy, eles se casaram , dá pra acreditar?, mas nunca tiveram filhos.Também são figuras presentes na história Marlee e seu Carter, além de seus dois filhos Kile e Josie.

"-Demos certo.Não dá para demonstrar no papel.Algumas pessoas nasceram para ficar juntas."

Eadlyn é a herdeira , assumirá o trono após o fim do reinado de Maxon , mas devido a alguns conflitos no país ela se vê diante da Seleção.Inicialmente ela reluta em participar mas acaba aceitando com algumas condições, como por exemplo: se ele não se apaixonar por ninguém poderá continuar solteira.

"Por isso o amor era uma ideia terrível: ele enfraquecia as pessoas."

Mas conforme a história vai ganhando personagens Eadlyn também vai se revelando uma pessoa mimada e prepotente, confesso que ela me lembro muito seu avô, o Rei Clarkson, ela não se parece em quase nada com o doce e amável pai, Maxon e menos ainda com seus irmãos,talvez herde um pouco da coragem de América.

"...Ahren olhava para Camille como se ela fosse responsável por fazer o sol nascer a cada manhã."

Falando em irmãos , Ahren , como eu já mencionei, é Maxon novamente, um eterno cavalheiro, lindo de olhos azuis, apaixonado por Camille e capaz de tudo para proteger as pessoas que ama.Confesso que por momentos desejei que a Seleção acontecesse com ele e não com Eadlyn.
Já Kaden e Osten são recorrentes na história, mas mesmo assim dá pra perceber que Kaden tem uma tendência a realeza e Osten lembra muito o jeito moleca de America.
A cena que mais me marcou foi onde os quatro irmãos dormem juntos, achei incrivelmente fofo da Kiera criar esse momento para nós leitores.

"Olhei para meus irmãos, tão prestativos , inteligentes e endiabrados.Eu os havia odiado tantas vezes por não serem mais velhos que eu , por me forçarem a assumir um papel que jamais desejei.Naquela noite , talvez pela primeira vez, eu os amava exatamente pr serem quem eram.Kaden me distraía,Ahren tinha me defendido e Osten...Bom,ajudaria à sua maneira."

Voltando para Eadlyn , ela é chata , muito chata, só consegui realmente gostar um pouco dela da metade da história em diante , no ínicio minha vontade era das umas porradas nela e lhe dizer que ela não é a pessoa mais poderosa do planeta.Mas espero que ela tenha começado a perceber algumas coisas depois da chegada dos garotos em sua vida.


"...Desejo que você encontre o amor,Eadlyn.Um amor inconsequente , incansável, que a consuma.Se isso acontecer, talvez você entenda.Espero que esse dia chegue."

De todos os selecionados o que eu realmente torço para que seja o seu escolhido é Kile ou Erick , eu sei que ele realmente não está na competição ,mas não me custa torcer pelo improvável.
O final foi realmente surpreendente , jamais me passou pela cabeça que as atitudes impensadas , ou até pensadas demais de Eadlyn poderiam fazer tanta diferença sobre seu irmão e causar tanta confusão.

 "Ele me olhou fundo nos olhos, como se tivesse descoberto algo realmente valioso,tão raro que talvez jamais voltasse a ver."

You May Also Like

3 comentários

  1. Oi, tudo bom?
    Eu estava ansiosa para ler esse livro, mas todas as resenhas que li dizia que a protagonista era chata. Realmente não sei se quero dar continuidade ou fingir que terminou tudo em "a escolha". Mas claro, tenho curiosidade para ver como estão os nossos personagens queridinhos e conhecer os meninos da seleção
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Amo essa série, assim que esse livro foi lançado, corri para comprá-lo, pois queria muito saber como continuava a história, e não me arrependi. Não achei a história da Eadlyn tão boa como a da sua mãe, mas gostei muito. Assim como você, todo mundo que lê o livro acaba achando a Eadlyn chata, mas sempre entendi sua atitude por causa da posição que tem. Estou super ansiosa pela continuação.

    ResponderExcluir