Tecnologia do Blogger.

Sobre nós

Editoras Parceiras

Curta nossa página

Resenha #108 - A Mais Pura Verdade

by - quarta-feira, abril 08, 2015

Nome do Livro: A Mais Pura Verdade
Autor: Dan Gemeinhart
Editora: Novo Conceito
Páginas: 224
Encontre-o: Skoob

"- É como se, sei lá, eu levasse um pedaço de vida comigo. Todas essas coisas acontecem, todos esses pequenos momentos passam por nós e vão embora. Então você vai embora. - Inspirei profundamente e expirei no vidro da janela - Mas, quando você tira uma foto, aquele momento não passa. Você o prende. É seu. Você pode guardá-lo."

Sinopse: A Mais Pura Verdade - Em todos os sentidos que interessam, Mark é uma criança normal. Ele tem um cachorro chamado Beau e uma grande amiga, Jessie. Ele gosta de fotografar e de escrever haicais em seu caderno. Seu sonho é um dia escalar uma montanha.
Mas, em certo sentido um sentido muito importante , Mark não tem nada a ver com as outras crianças.
Mark está doente. O tipo de doença que tem a ver com hospital. Tratamento. O tipo de doença da qual algumas pessoas nunca melhoram.
Então, Mark foge. Ele sai de casa com sua máquina fotográfica, seu caderno, seu cachorro e um plano. Um plano para alcançar o topo do Monte Rainier. Nem que seja a última coisa que ele faça. 
A Mais Pura Verdade é uma história preciosa e surpreendente sobre grandes questões, pequenos momentos e uma jornada inacreditável.

"Claro que eu estava sozinho. Mas eu tinha o Beau ao meu lado. E um Beau vale mais que um mundo inteiro cheio de solidão."


Mark é um garoto comum assim como todos os outros. Mas ao mesmo tempo, é também diferente. Mesmo sendo ainda uma criança, ele já tem uma vasta experiência com hospitais. Por ter câncer, ele precisa fazer tratamentos e passar um tempo considerável nos hospitais para que sua saúde melhore, mas após descobrir que sua doença, que todos pensavam estar curada, na verdade havia voltado, e sua probabilidade de morrer era bem grande, ele decide fugir de casa para cumprir a promessa que havia feito para seu avô antes deste falecer.

Ele faz uma lista com o que será necessário para levar em sua “viagem”, na qual está incluso Beau, seu cachorro, a quem ele se refere como “o melhor cachorro do mundo”, uma máquina fotográfica, caderno e caneta, equipamento de alpinismo, passagem de trem e remédios, e todo o resto ele quer apenas deixar para trás.

Após deixar um recado para sua melhor amiga Jess informando para onde iria, e lhe pedindo para guardar segredo e não contar aos seus pais, Mark parte com Beau em sua jornada rumo ao Monte Rainier, a montanha que ele havia feito um acordo com seu avô que escalariam juntos um dia, mas que não havia se cumprido, e que então, em seus últimos momentos de vida, Mark queria honrar a promessa que fizera com o avô.

Por viver sempre fazendo tratamentos médicos para tentar combater o câncer, Mark tinha muitos remédios que precisava tomar, mas que sempre tinham como efeito colateral, fazê-lo vomitar tudo o que conseguia comer, então ele resolve se livrar de seus remédios e suportar a dor que a falta deles lhe traria.

Durante sua trajetória, Mark sempre encontrara muitas pessoas dispostas à ajuda-lo, mas que ele se recusava a aceitar ajuda. Ele tinha um objetivo em mente, e não desistiria até que se cumprisse.

Enquanto ele passava por diversas armadilhas e dificuldades, sua família estava totalmente preocupada sem saber notícias dele, sem saber se ele voltaria ou não para casa. Um ponto super bacana do livro é isso, é dividido em meios capítulos, onde conhecemos o que está acontecendo com Mark e também com sua família, enquanto eles e as autoridades procuram pelo garoto.

Mark diversas vezes pensara em desistir, em simplesmente voltar para casa, mas sabia que não poderia fazer isso, e sua raiva, muitas vezes um sentimento inexplicável e que aparecia em momentos poucos propícios, o levava em frente, rumo a seu destino.

Ele já está fraco e com muitas dores por não estar tomando seus remédios, e uma nevasca vem para atrapalhar de vez seus planos de escalar o Monte Rainier. Será que Mark conseguirá completar seu trajeto ou algo o impedirá? Ele conseguirá depois de tudo isso voltar para casa ou sua aventura lhe custará mais do que havia previsto? Com Beau ao seu lado, ele seguirá sempre em frente, sem olhar para trás. 

“Beau era um anjo ao meu lado. Tudo o que eu via era a neve nos meus pés, e ele sempre ali. A neve se acumulava em nacos de gelo em seu pelo. Eu podia vê-lo tremer quando parávamos para descansar. A língua dele pendurada de lado, para fora da boca. Mas ele sempre estava lá. Confiando em mim. Seguindo os meus passos. Meu coração ardeu em lágrimas quando pensei aonde ele estava me seguindo.”

O livro A Mais Pura Verdade foi uma cortesia da Editora Novo Conceito e que eu agradeço imensamente! Ele é um livro que nos faz refletir sobre a vida e as injustiças que acontecem nela, coisa que poucas vezes fazemos. Nos faz pensar nas pessoas que possuem algum sério problema de saúde e recebem a notícia de que irão morrer. Mesmo sendo um livro de ficção, nos trás essa realidade e nos mostra como é estar do outro lado.

É um livro encantador e profundo, que nos dá vontade sempre de saber mais, o que acontecerá com aquela criança teimosa e que fugiu de casa, que se recusa a aceitar ajuda e que possui sempre em seu encalço Beau, seu fiel cachorro que o segue para onde ele for. Nos faz pensar na vida e em querer aproveitar cada momento que tivermos, sem medos ou inseguranças.

Dan Gemeinhart nos trás uma história cativante onde nos apaixonamos e também nos irritamos com o protagonista diversas vezes. Ele nos conta a história de uma criança que queria apenas viver uma vida normal, sem hospitais, remédios e restrições. Uma história maravilhosa!

A capa e a diagramação do livro também estão ótimas! Editora Novo Conceito sempre arrasando nos livros publicados. Simplesmente amei e recomendo. Todos deveriam ler e conhecer também a história de Mark.

“Isto é uma coisa que eu não entendo: por que desistir sempre parece bom até que você o faça.”

You May Also Like

6 comentários

  1. gente desde a divulgacao esse livro me chama a atencao , a historia realmente parece linda , quero muito ler ,cachorro e crinaça juntos ai ai ><

    ResponderExcluir
  2. A resenha está muito boa me deu vontade de ler

    ResponderExcluir
  3. Natália!
    Fiquei encantada com a leitura desse livro, principalmente pela fidelidade e amizade de Beau por seu dono, não o abandonou por nada; esse é o verdadeiro amor!
    Um enredo cativante.
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Resenha excelente... realmente a capa é linda...

    ResponderExcluir
  5. Adorei sua resenha, fiquei com mais vontade de ler esse livro. Já que se trata de um assunto complicado vivido por uma criança. E também fico curiosa para saber como os pais irão reagir com isso.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Todo mundo que lê esse livro fala muito bem dele, ainda não conheci ninguém que não tenha gostado e não o recomende.
    Sempre que leio resenha sobre ele fico com mais vontade de conhecer a história de Mark e seu cãozinho Beau, querendo saber se Mark conseguiu escalar a montanha, se ele melhorou ou não. Sem dúvidas histórias de crianças com câncer nos fazem refletir, pensar mais na vida e agradecermos pela saúde que temos.

    ResponderExcluir