Tecnologia do Blogger.

Sobre nós

Editoras Parceiras

Curta nossa página

Amor sem explicação: Um sentimento que acontece do nada!

by - sexta-feira, agosto 09, 2013


    O amor é o sentimento mais estranho que alguém pode sentir. Ele muda seu jeito de pensar, de agir. Você começa a agir como se não mais comandasse a si mesmo. Começa a sentir ciumes de alguém que nem te pertence, em seu rosto aparecem os sorrisos mais sinceros só de imaginar o outro sorrir, e principalmente por saber que você é o motivo. Você fica todo bobo, derretido. Concorda com qualquer coisa que o outro queira fazer. Quando ele chega, consegue apenas com um olhar, derrubar todas as barreiras que você tanto lutou para construir e proteger seu coração depois que alguns idiotas te fizeram sofrer. Mas ele chega, e ao contrário dos outros, ele te passa segurança, zelo e carinho. 
    Os dois são amigos há muito tempo, desde antes de um, ou os dois começarem a nutrir pelo outro, mais que o sentimento de amizade. Ela tem suas dúvidas quanto aos sentimentos dele por ela. Ele tem certeza quanto aos sentimentos dela por ele. Não tenho como ter certeza por enquanto, mas acredito que cada um deles nutra uma intensa e única paixão pelo outro. Quando estão juntos, sorrisos aparecem fácil e naturalmente, como se um precisasse do outro para poder sorrir. Suas mãos se encaixam com perfeição, como se uma fosse o encaixe perfeito da outra. Seus braços passam pelos ombros da garota como se jamais fosse deixá-la se afastar novamente dele, e as mãos dela, permanecem na cintura dele, como se mostrasse à todos que ele sempre pertenceu e sempre pertencerá a ela, e que ela o ama, e nunca o deixará ir embora também.
    Cada um deles faz o outro sorrir, pensar e se sentir de uma maneira como se tudo fosse possível enquanto estão juntos. Juntos, podem superar todas as barreiras que lhes serão impostas no caminho, enfrentar cada dificuldade sem cair, pois um sabe que sempre poderá confiar no outro até de olhos fechados. 
    Quando ela o vê com alguma outra garota que não seja ela, um sentimento de tristeza automaticamente a preenche, e ela se sente como se de alguma maneira, tivesse que provar à ele, que ela, somente ela, é a melhor opção para ele. Ela o ama, e ele a ama. Todos sabem disso, menos eles.
    Nada acontece por acaso, sem uma razão. Se o destino colocou um na vida do outro de uma maneira tão insubstituível, não é uma mera coincidência. 
    Quando estão perto, eles têm necessidade de tocar no outro, uma necessidade que nunca cessa. Quanto mais tocam um no outro, mais querem ficar perto e jamais partir. Quando estão juntos, é como se tudo fosse possível, como se no mundo, houvesse apenas eles dois. 
    O beijo dos dois é algo abrasador, íntimo, chega quase a ser algo erótico. Quando se beijam, todos podem perceber o quanto se completam. Quando se beijam, seus corpos se encaixam, como se fossem feitos exatamente um para o outro. Através do beijo, eles mostram como necessitam daquela pessoa ao seu lado todos os dias, como são apaixonados. Mesmo que as palavras não digam com clareza "eu te amo", seus olhos brilham, e se sentem como se fossem a pessoa mais feliz do mundo. E o motivo dessa felicidade tem nome, amor! E no coração de cada um dos dois, estará guardado para sempre o nome do outro e todos os momentos que passaram juntos. E quando ouvirem a palavra "amor", será inevitável, e um automaticamente virá à cabeça do outro. 


- N. Paladino.

You May Also Like

5 comentários

  1. Concordo totalmente...Bom texto!!!

    ResponderExcluir
  2. Parabéeens Naty,Texto perfeitoo..

    ResponderExcluir
  3. Você tem talento pra escrita, parabéns!
    doprefacioaoepilogo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. oque eu sinto então é amor ...

    ResponderExcluir