Tecnologia do Blogger.

Sobre nós

Editoras Parceiras

Curta nossa página

Resenha #25 - Irresistível

by - quarta-feira, abril 17, 2013

Nome do livro: Irresistível
Autora: Sylvia Day
Editora: Lafonte
ISBN: 9788581861227
Páginas: 224
Lançamento: 1ª edição brasileira: 2013


Sinopse: Há sete anos, na véspera de seu casamento, a recatada Jessica Sheffield presenciou uma cena de libertinagem que nenhuma jovem inocente poderia imaginar. Escandalizada, mas estranhamente excitada, ela guardou silêncio com respeito ao escandaloso Alistair Caulfield, e andou para o altar da igreja como esperavam. Mas durante anos de um casamento sereno e tedioso, a imagem de Caulfield ardeu em sua imaginação, alimentando seus sonhos mais ilícitos… Alistair fugiu para longe da tentação da recatada debutante com o fogo da paixão gravado em seus olhos…. até o Caribe. Agora um comerciante rico, ele pouco tem em comum com o jovem libertino que ela conheceu. Mas quando Jessica, recém enviuvada, sobe a bordo de seu barco para cruzar o oceano, somente algumas peças de seda controlam sete anos de prazeres reprimidos… e a certeza de que sucumbir consumirá a ambos…

{...}

Alistair admitiu que agora a amava mais do que antes. E, certamente, a amaria ainda mais no dia seguinte. 



Jess estava há um dia de se casar com o visconde Benedict Tarley, e durante a noite, poucas horas antes do casamento acontecer, resolveu dar uma volta noturna pela propriedade do noivo com Temperance, sua inseparável cadelinha, quando viu uma cena um tanto quanto íntima no coreto, um pouco afastado da casa. A condessa Wilhelmina e um amigo de seu futuro cunhado, Alistair Calfield viviam uma cena de amor carnal.  E a cena deixou Lady Jess excitada, que não conseguia parar de olhar e sair de lá. Em um momento de distração, Alistair à viu, e a olhava fixamente mesmo durante o ato sexual com outra mulher. 
Jess sempre admirou Alistair, não só ela, mas todas as debutantes da cidade. Seu físico era maravilhoso, ele todo era lindo, e isso chamava todas as atenções para ele. E mesmo que Jess nunca se quer cogitara a possibilidade, Alistair sempre foi louco por Jéssica, e decidiu desde cedo que jamais abriria mão dela. 
Quando finalmente chegou em casa, seu noivo estava a sua espera, e ela sentindo que podia confiar nele, o contou sobre a cena que acabara de ver, mas sem citar o nome dos envolvidos. Os dois excitados com a ocasião, resolveram adiantar em algumas horas sua noite de núpcias. 


7 anos depois ...

Depois da morte de seu marido, Jess herdou terras em Calypso, na Jamaica, e como criara aptidão pelos negócios com Benedict, ela resolveu fazer uma viagem para livrar-se pessoalmente das terras. Calfield agora, era proprietário de uma agencia de viagens marítimas, e quando ficou sabendo da viagem de Lady Jessica à Calypso, se ofereceu prontamente para acompanhá-la e apresentá-la à região. O que ninguém desconfiava, era que ele ainda guardava em sua memória o que aconteceu há 7 anos atrás, e não perderia a chance que finalmente teria com Jess. Depois de embarcarem, em sua primeira noite do navio, ela descobre que Alistair estava a bordo, e ela prontamente viu suas esperanças de paz e tranquilidade esvair-se, e sabia que ele havia esvaziado o navio apenas para ficarem a sós. 
O que Alistair não imagina, é que será mais fácil conquistar Jess que que ele espera, pois ela também nunca esqueceu o ocorrido de 7 anos atrás, e sempre se pegava pensando naquele dia. Ela se surpreende quando se dá conta de que gosta da companhia de Caulfield, e ele está sempre por perto, se mostrando um cavalheiro disposto a ajudar no que for preciso. Alitair pretendia manter uma boa relação com Jess durante a viagem para que assim continuassem em terra. Ele queria descobrir um caminho para seu coração e para seu corpo, e realizar a fantasia de ambos que já durava sete anos, desde aquela noite no coreto...
Jess se mostrava maravilhada pelo responsável homem que Caulfield havia se tornado, ao invés daquele mulherengo incorrigível que era na juventude. E se sentia assustada por nutrir uma fixação por aquele homem, que achava inadequada até para um rápido romance. Ela não pode negar que sente algo por Alistair, sete anos haviam se passado, e parecia que a atração de ambos só havia crescido. Sempre escondida, mas também pulsante.
O que acontecerá com os dois? Será que os sete anos de espera, finalmente valerão a pena? Alistair é apenas para um romance passageiro ou algo maior e mais poderoso nascerá entre os dois? 


Por anos a fio, havia desejado aquela mulher, só não percebera que, desde o início, a queria para sempre. 

Nunca havia tido a oportunidade de ler um livro de Sylvia Day, mas ual, eu simplesmente adorei. É aquele romance erótico que te faz imaginar estar presente no local, se colocar no lugar da personagem. Tenho certeza que alguns irão comparar "Irresistível" com a trilogia de "Cinquenta tons", mas já deixando bem claro, não tem nada a ver! Alistair não a obriga a fazer todas aquelas maluquices infindáveis. Mas continuando, quando a Editora Lafonte me enviou um e-mail anunciando o lançamento do livro, que inclusive já postei no blog, já retornei o e-mail à Ana Carolina, um amor de pessoa, que me enviou o livro. A capa é maravilhosa, e te fascina. O enredo também, tem conteúdo, é bem escrito e bem apresentado. Há quem diga que o livro não tem um clímax  mas está totalmente enganado. O clímax da história, se resume a uma frase: "7 anos depois". Durante esses sete anos, muitas coisas acontecem que mudam totalmente o rumo da história.  A história é bem construída, e bem detalhada. Sem contar que os personagens secundários, também tem um papel muito importante, são bem descritos e aparecem bastante na trama. A narrativa é em terceira pessoa, o que nos permite conhecer exatamente o ponto de vista e os sentimentos de cada personagem, e não apenas do principal. Simplesmente adorei, totalmente recomendado.


Querida, você parece crer que ninguém é capaz de amá-la de maneira incondicional, mas eu sou assim. Não abro mão disso. Com o tempo, verá que as mudanças que provocou em mim são irreversíveis  Hoje, sou como sou por sua causa, e sem você posso parar de existir. 




You May Also Like

5 comentários

  1. Ótima resenha, amei o livro e depois de ler sua resenha vou reler de novo, bjs

    Rose

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa que bom que gostou amor! *-*
      Me deixa muito feliz <3

      Excluir
  2. Bem eu estou apaixonada pelas estorais da Sylvia Day, e o primeiro liro que eu queria ler dela sempre foi esse, mas perdi a vontade depois de ler um resenha que não falou tão bem assim do livro e o começo do livro também não tinha me agradado, por isso o liro te de lado aqui na minha estante, mas depois dessa sua resenha vou voltar a ler, você me despertou uma curiosidade...
    Bjos....

    ResponderExcluir