Tecnologia do Blogger.

Sobre nós

Editoras Parceiras

Curta nossa página

Resenha #65 - No Limite da Ousadia

by - segunda-feira, setembro 01, 2014

Nome do livro: No Limite da Ousadia
Autora: Katie McGarry
Editora: Verus
ISBN: 9788576863236
Páginas: 420
Encontre-o: Skoob | Orelha de Livro
Compre-o: Saraiva | Submarino | Americanas
O Ryan não está usando o boné de beisebol, e eu adoro. O cabelo loiro-areia tem um tom dourado. É arrumado-e-ao-mesmo-tempo-desarrumado, numa bagunça de cachos que escapam em várias direções. Presta atenção, Beth. Caras gostosos nãos e apaixonam por perdedoras. 
 Sinopse: No limite da ousadia conta a história de Beth Risk, a amiga durona de Noah, de No limite da atração. Este livro é um spin-off, passando-se no mesmo universo do primeiro, com participações especiais de Isaiah, Noah e Echo. Se você já é fã de No limite da atração ou está descobrindo este mundo agora, certamente vai se deixar envolver pela paixão perigosa e arrebatadora de Beth e Ryan. Beth é uma garota durona e tatuada que precisa cuidar da mãe drogada. Quando ela assume um crime para salvar a mãe, seu tio, um rico esportista aposentado, consegue a guarda da sobrinha e a leva para começar uma vida nova na cidadezinha do interior em que ele mora. E assim Beth se vê morando com uma tia que não a quer e frequentando uma escola onde ninguém a compreende. Exceto um único cara, que não poderia ser mais diferente dela... Ryan é o menino de ouro — um badalado jogador de beisebol, filho de um dos casais mais influentes da cidade. Ele e seus amigos gostam de fazer apostas envolvendo desafios que devem cumprir, e Ryan nunca perde. Por fora o atleta popular que todo mundo adora, ele está prestes a aprender que nem tudo é o que parece. O que começa como uma aposta se torna uma atração irresistível que nem Beth nem Ryan haviam previsto. Sem se dar conta, o cara perfeito vai arriscar seus sonhos — e sua vida — pela garota que ama. E ela, que não deixa ninguém se aproximar, vai se desafiar a apostar todas as fichas nesse amor. Com aparições de Noah, Echo e Isaiah, de No limite da atração, este livro conta a história de um amor que vai se construindo aos poucos, num jogo sedutor de vulnerabilidade e confiança.
As palavras ferem, mas eu me esforço para impedir que a dor venha à tona. O que mais eu poderia esperar? Ele é tudo de certo no mundo. Eu sou tudo de errado. Caras como ele não se apaixonam por garotas como eu. 



Abro os olhos e vejo aquele sorriso glorioso em seus lábios. O sorriso que é para mim, só para mim. Penso em sorrir de volta e percebo que já estou sorrindo. Estou sorrindo. Meu estômago se contrai, e as correntes voltam. Ai, meu Deus, não. Eu me apaixonei por ele. Eu fiz isso. Dei a ele poder sobre mim. 

Ryan é um jogador de basebol que não admite perder jamais. Uma semana antes de as aulas recomeçarem, ele e Chris, seu melhor amigo, fazem uma aposta: quem consegue mais números de telefones de determinadas meninas em uma única noite. A última garota que Chris desafia Ryan a conseguir o número, é uma skatista mau-humorada e que não está nem um pouco afim de cair no papo dele, Beth. Mesmo depois de dar suas melhores cartadas para conseguir o que deseja, Beth vai embora e não dá a Ryan o "ponto" para sua vitória na aposta. 

Beth é uma garota durona que cuida da mãe, uma viciada em álcool e drogas. Em uma determinada noite, depois de sua mãe quebrar o vidro do carro do namorado, a polícia chega e Beth diz ser a culpada, para não enviar sua mãe novamente para a cadeia. A garota mora com os tios, e como eles não tem dinheiro para arrumar um advogado e tirá-la de lá, optam pela única saída possível, o tio rico de Beth, Scott Risk, quem ela odeia, e nunca mais ouviu falar desde que ele abandonara sua mãe e ela. Ele e seu caro advogado conseguem retirar as queixas contra ela e tirá-la da cadeia, mas para que isso acontecesse, ele exigiu que a mãe de Beth abrisse mão de sua guarda legal e a passasse à ele. Sem opção, e não querendo voltar para onde havia saído pouco tempo atrás, sua mãe abre mão dela e dá a guarda para o tio. 

Scott Risk é um grande nome do basebol, e um dos maiores ídolos de Ryan. Depois de uma ironia do destino, eles se conhecem e Scott pede para que Ryan ajude sua sobrinha a se acostumar com sua nova vida, a apresentando a escola e novos amigos. E a surpresa de Ryan fica evidente quando ele descobre que Beth, a garota skatista durona, é sobrinha de Scott. No início, a garota faz de tudo para transformar a vida de todos ao seu redor em um verdadeiro inferno, Scott, Allyson - a mulher de Scott, Ryan e todo o resto. 

Como o que Ryan menos aceita na vida é perder um desafio, ele continua em busca da vitória não conquistada anteriormente. Mas agora a aposta subiu, e ao invés de conseguir apenas o número da garota, ele têm que convencê-la a sair com ele. Beth, na esperança de conseguir iludi-lo e fazê-lo acreditar que ela sairia com ele, diz que aceita, mas enquanto ela espera ele terminar seu treino, ela vai atrás da mãe, que seu tio a havia proibido de ver, e no caminho encontra seus antigos amigos, Noah e Isaiah, quem seu tio também a havia proibido de rever. Ryan quando descobre que ela o havia usado para retomar o contato com eles, em uma fúria incontida acaba contando a ela que ele apenas a queria por causa de uma aposta. 

Depois que começam a passar algum tempo juntos, os dois acabam se apaixonando. Ele arrisca por ela todo o seu futuro garantido, e ela por sua vez, derruba todas as suas barreiras que havia construído contra o amor, contra se deixar sentir algo. Beth se permite sentir, pois sabe que não será eterno. Daqui há uns dias, ela fugirá com a mãe para o litoral, onde pretendem reconstruir suas vidas, e deixará Ryan para trás. Então tudo o que quer nesse momento, é que quando partir, deixe coisas boas para ele.

Mesmo o amor mais puro, pode muitas vezes não ser o suficiente. Para poderem ficar juntos, eles deverão enfrentar muitas coisas, a mãe de Beth - por quem ela se sente tremendamente responsável, Trent - o namorado traficante de sua mãe que tem como passatempo predileto bater nas duas, os pais de Ryan - que vivem brigando, seu irmão - que assumiu ser gay, Gwen - a ex-namorada de Ryan que quer a todo custo voltar com ele, e Beth deverá de uma vez por todas aprender a confiar em Ryan. Pois um relacionamento não pode ser sustentado sem a confiança, a base de tudo. Intrigas, brigas, ciúmes, segredos revelados... tudo isso pode acabar com um relacionamento de uma vez por todas, e eles deverão superar tudo isso. Juntos.

Talvez ela esteja certa. Talvez não. Nada disso importa. Estou aqui por mais dez dias e, mesmo que não fosse assim, eu tenho um frasco de chuva para provar que ela está errada.

Uma história maravilhosa e que nos faz refletir sobre as coisas que desconhecemos. Beth mesmo tendo a pior mãe do mundo, está sempre tentando ajudá-la, sempre tentando fazer com que ela mude. Ryan, tenta provar a Beth que ela deixou de ser um desafio quando se apaixonou por ela. Simplesmente maravilhosa! Em alguns momentos você pensa "Para de ser idiota Beth, para de fugir do Ryan. Deixa a sua mãe pra lá. Ela nunca vai mudar." O final é maravilhoso e digamos que surpreendente.

Passo a mão no papel de novo. Eu amo o Ryan. Estou apaixonada por ele. Adoro como ele sorri. Adoro o jeito como ele se mexe. Adoro suas mãos no meu corpo e seus lábios nos meus. Adoro como ele ri. Adoro como ele me faz rir. Adoro como ele consegue afastar minha dureza e fazer com que eu me sinta alguém que vale a pena amar. 

A diagramação do livro também é excelente. Não encontrei nenhum erro de ortografia. E essa capa? Simplesmente MARAVILHOSA! Foi amor a primeira vista! "No Limite da Ousadia" é uma leitura extraordinária e que não te deixa pensar em mais nada durante a leitura e também depois do término. Você quer que tudo se resolva de uma vez, para que o Ryan finalmente possa dizer o tão esperado "Eu consigo".

You May Also Like

7 comentários

  1. Sempre que leio a sinopse ou alguma resenha desse livro me dá uma vontade imensa de ler mas toda vez que eu pego sempre aparece outro livro mais interessante e assim vai....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei bem como é isso! ahahahaha
      Eu gostei bastante do livro, ele é muito bom!

      Beijo!

      Excluir
  2. Ahh mds eu to me apaixonando por sagaas.Mds! *--*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bom saber disso, Dani! AHAHAHAHAHA

      Beijo! ❤

      Excluir
  3. Essa capa é muito fofa, quero muito ler ele....

    ResponderExcluir
  4. Beijos
    Não tenha duvida que sua resenha despertou a minha curiosidade sobre esse livro. Gosto muito desse tipo de história!
    Beijos

    ResponderExcluir