Tecnologia do Blogger.

Sobre nós

Editoras Parceiras

Curta nossa página

Resenha #71 - Quase Casados

by - domingo, novembro 02, 2014

Nome do livro: Quase Casados
Autora: Jane Costello
Editora: Record
ISBN: 9788501091963
Páginas: 414
Encontre-o: Skoob | Orelha de Livro
Compre-o: Saraiva | Submarino | Americanas

- Ei – murmura ele, com um sorriso sonolento. – Eu tinha esperanças de que você mudasse de ideia. Parece que não posso mais passar a noite sem você. 

Sinopse: Para Zoe Moore, o dia de seu casamento foi o mais marcante de sua vida. Ou melhor, o dia em que deveria ter se casado, mas em vez disso, foi largada no altar após sete anos de namoro. Arrasada e disposta a se recuperar, ela decide se mudar de Liverpool para os Estados Unidos e trabalhar como babá. Ao chegar em Boston, ela se depara com a esperta Ruby, prestes a completar 6 anos, o adorável Samuel, que acaba de fazer 3, e o pai deles, Ryan Miller. Seu novo chefe, além de fazer uma bagunça sem precedentes e de ter um mau humor imbatível, é incrivelmente bonito. Depois de um começo um tanto decepcionante, Zoe e Ryan começam a se entender, mas ela está prestes a descobrir que recomeços podem ser mais difíceis do que esperava.

E depois, como se acordasse de um sonho, ouço o juiz de paz dizer meu nome, implorando que eu responda. Mas, antes que eu tenha essa chance, outro pensamento investe em minha cabeça, como um cavaleiro branco com quem não se tem a menor vontade de discutir. É algo que eu sabia havia muito tempo, bem no fundo.
Eu quero Ryan.
Eu preciso de Ryan.
Deus Todo-poderoso, estou apaixonada por Ryan! 


- Posso te dizer uma coisa, Zoe? – diz ele, apertando minha mão. – Eu estava um trapo antes de te conhecer. Era egocêntrico e grosseiro. Não valorizava meus filhos e estava em uma rota de implosão pessoal. Não achava que a vida tinha mais qualquer coisa a me oferecer. E então, você chegou. E você mudou tudo.
- Eu? – pergunto.
- Claro que foi você. Você me resgatou. Resgatou meus filhos. Me ensinou a rir de novo. Você me fez gostar de acordar de manhã. Você me devolveu a vida, Zoe. 


De acordo com os planos de Zoe Moore, o dia 14 de abril seria o mais importante de sua vida. Seria o dia em que finalmente se casaria com o amor de sua vida, Jason, depois de sete perfeitos anos de namoro. Mas não foi o que acontecera na realidade. Ao chegar à igreja para seu casamento, Zoe descobre que seu noivo não comparecera ao casamento e nem compareceria, por dizer que não se sentia preparado e que ela não era perfeita para ele. Depois de passar dias e noites chorando por seu casamento não realizado, Zoe decide ir trabalhar de babá em um novo país. Então sai de Liverpool, no Reino Unido e vai para Hope Falls, próximo à Boston, nos Estados Unidos.

Zoe se registrara um uma agência de babás, que fora quem decidira para onde ela iria trabalhar. No início, ela iria para Kalamazoo, trabalhar para uma família milionária onde dirigiria seu próprio SUV, não precisaria fazer trabalhos domésticos e iria viajar com a família para as Bermudas, onde teria todas as suas contas pagas, mas por ironia do destino, a agência de babás telefona para Zoe e lhe diz que os planos mudaram, pois a antiga babá da família para quem iria trabalhar estava novamente disponível. Zoe então vai para Hope Falls, trabalhar para Ryan Miller e cuidar de seus dois maravilhosos filhos, Ruby de seis anos e Samuel de três.

Ryan Miller, seu novo chefe, é mal-humorado, bagunceiro, mulherengo e incrivelmente sexy e maravilhoso, com seus olhos perfeitamente azuis. No início, a convivência entre os dois não é das melhores, e Zoe se empenha ao máximo para que seu patrão mude seu conceito sobre ela. Jason, seu ex-noivo, não sai de sua cabeça. Ela diz que por mais que estejam longe um do outro, o sentimento que possui por ele é impossível de apagar em tão pouco tempo. As crianças a adoram, e por incrível que pareça, seu chefe também. Com o passar dos meses, a convivência entre os dois melhora significativamente, e Zoe finalmente vê uma oportunidade de tirar Jason da cabeça. Quanto mais os dias passam, menos ela pensa nele e no passado que tiveram juntos.

Depois de uma tentativa fracassada de apresentar sua namorada aos filhos e a Zoe, e Samuel se afogar num lago durante esse encontro em família e Zoe o salvar, Ryan termina com a namorada. Os quatro vão viajar para uma casa de campo do presidente da empresa onde Ryan trabalha e durante essa fantástica viagem, Ryan e Zoe acabam se envolvendo emocionalmente, mas concordam em que Ruby e Samuel não poderão saber do caso deles, pois deixaria de ser algo sem compromisso para virar um namoro sério, como Ruby tanto quer que aconteça. Ryan e Zoe insistem em dizer que o eles têm, é apenas “uma ficada”, mas para todos os outros, não.

Depois de se decepcionar com Ryan e perceber que mesmo estando há 5 mil quilômetros de Jason, não é capaz de esquecê-lo, Zoe decide durante a noite ir passar o natal em casa, mas não pretende voltar aos Estados Unidos. Ruby e Samuel ainda não sabem que ela fora embora, e a atitude deles diante desse fato é totalmente inesperada. Zoe decide então dar uma segunda chance a Jason, e sem ela saber, ele marca o casamento dos dois.

Zoe agora terá que tomar uma importante decisão para seu futuro. Se casar com Jason, o cara que uma vez a abandonou no altar, mas que ela insiste em amar, ou Ryan, um cara durão e mal-humorado que mudou seu jeito de ser por Zoe, mas que ela acredita não sentir nada por ele e nem ele por ela, e seus dois maravilhosos filhos, a quem ela aprendera a amar tão facilmente quanto abrir os olhos ao acordar. Tudo depende dela, e dos sentimentos que agora tem pelos dois. Quem ela escolherá para enfim ter seu futuro perfeito?

- Eu te amo por isso. E o estranho é que não é o único motivo para eu amar você. Eu te amo por escorregar na pista de dança no meu jantar de gala. Eu te amo por jogar minha massa pela cozinha toda. E te amo por se vestir de Garibaldo quando todo mundo tentava ser sexy.  

“Quase Casados”, claramente não é um conto de fadas. Fala sobre a realidade, sobre nossos medos, sonhos, angustias, desejos, amores... Nos mostra uma babá totalmente diferente e desastrada, que sempre tivera certeza absoluta de quem amava, mas que no fim se mostra errada. O que começara como apenas uma “ficada” para se divertir claramente se transforma em algo muito maior. Um livro maravilhoso, com uma escrita simples e fluída. A cada página, nos faz torcer mais e mais para Ryan e Zoe ficarem juntos, pois o que todos enxergam, eles não admitem, que estão apaixonados um pelo outro. Uma narrativa leve e gostosa, que te faz passar horas lendo sem nem perceber.

Senti falta apenas de um epílogo, onde acho que deveria ter as crianças e os dois juntos depois de um tempo. Mas fora isso, eu adorei. Vibrei, xinguei e dei muitas gargalhadas com Zoe e todas as suas manias.

- Eu amava minha mulher, Zoe, realmente a amava. Mas ela não está mais aqui. Precisei de anos para entender que não tem problema em seguir com a vida. Que amar outra pessoa não contraria as regras.
Mordo o lábio.
- E tem outro fato simples – acrescenta ele. – Não posso evitar amar outra pessoa. Não posso evitar amar você.  

You May Also Like

11 comentários

  1. Mais um livros para a minha lista, parece ser engraçado, com momentos tristes e fofos, com a leitura rápida e leve. Ótimo para o clima de férias!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Amanda!

      Ele realmente é muito FOFO! Confesso que não dava nada pra ele no início, mas depois que comecei a ler, fiquei tipo: UAL :O
      A leitura é super rápida e leve também! Excelente para se ler nas férias!

      Beijos!

      Excluir
  2. Coitada da Zoe, abandonada no altar! haha
    mas é como dizem, as coisas acontecem quando e como devem acontecer... se ela não tivesse sido abandonada, não teria conhecido o Ryan :3

    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente isso! *0*
      Ai esse Ryan, tão perfeito <3

      Beijo!

      Excluir
  3. Esse livro parece perfeito!!! Já vai pra minha lista!
    Concordo com a Kemmy, as coisas tem a hora certa pra acontecerem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é MUITO fofo! Tem uma narrativa super tranquila e gostosa! Recomendo! Também acredito nisso, que tudo tem uma hora certa, e que se não for realmente a hora para aquilo acontecer, não acontecerá!

      Beijo! ❤

      Excluir
  4. Cara,que livro fofo,amei a capa e quando eu amo a capa;começo a ler e não paro mais.HAHAHA !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também me apaixono primeiramente pela capa! AHAHAHAHA
      Nos conquista logo de cara!

      Beijo! ❤

      Excluir
  5. Já estava interessada nesse livro, agora então...
    Será o próximo a ser comprado, haha
    Beijocas
    doprefacioaoepilogo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Essa capa é tão fofa, que aposto que quando ele estiver na minha estante vou ficar um bom tempo admirando.

    ResponderExcluir
  7. Gosto muito desse estilo de livro, já estava de olho nesse livro faz um tempo.
    Beijos

    ResponderExcluir